Cidade do Galo (Atlético-MG)

O alvinegro de Minas teve sucesso dentro e fora de campo com as contas em dia-(Foto: Divulgação)

Valinor Conteúdo
25/12/2021
18:26
Belo Horizonte

O ano especial do Atlético-MG, que teve uma trinca de titulos, Brasileiro, Mineiro e Copa do Brasil, também conseguiu manter suas contas com o elenco em dia, mesmo com uma dívida na casa de R$ 1 bilhão.

O alvinegro encerrou 2021 sem débitos com jogadores e funcionários e no último dia 20 de dezembro, pagou a última parcela do 13º salário.

- Sinceramente, não me lembro de ter acontecido no Atlético (o salário não atrasar). Pode até ter acontecido, mas não me lembro. Mas foi tudo em dia, gente! Não é brincadeira. Da conta de luz ao salário. É algo que faz a diferença. Não acredito em equipe de futebol que tenha sucesso permanente e sustentável sem um planejamento financeiro adequado - disse Rubens Menin em entrevista ao GE.

O Galo contou também com uma receita extra de mais de R$ 30 milhões em bilheteria, além das premiações obtidas com grande campanha em campo, que superaram os R$ 146 milhões.