Tardelli abriu o placar na festa de despedida do goleiro Victor, que deixa o Galo após nove anos

Tardelli, em fim de contrato,  abriu o placar na festa de despedida do goleiro Victor, que deixa o Galo após nove anos-(Pedro Souza/Atlético-MG)

Valinor Conteúdo
28/02/2021
19:11
Belo Horizonte

O Atlético-MG estreou com vitória no Campeonato Mineiro de 2021. O Galo derrotou a URT por 3 a 0, gols de Tardelli, Marrony e Echaporã, o primeiro como profissional, neste domingo, 28 de fevereiro, no Mineirão.

A partida foi sem grandes dificuldades para o alvinegro, que teve o controle total das ações e pôde colocar vários jovens jogadores em campo para serem observados. Boa parte do time campeão brasileiro sub-20 esteve em campo diante do Trovão Azul.

Mas, a grande atração do domingo foi a despedida de Victor, que encerrou sua passagem pelo Galo após nove anos de clube, com 424 jogos e muitos títulos. Várias reverências foram feitas ao arqueiro, que se emocionou com o fim da jornada pelo clube mineiro.

Se Victor teve a sua saída confirmada dos gramados, sua vida no Atlético seguirá até dezembro como gerente de futebol. Outro ídolo do Atlético, Diego Tardelli, também ficou sem contrato neste domingo e uma renovação ainda não foi definida. Logo, o duelo contra o time de Patos de Minas pode ter sido o último de Tardelli pelo alvinegro.

Homenagens merecidas

No dia da despedida de “São Victor”, o Galo fez todas as celebrações possíveis para o goleiro, que deixa o clube mineiro após nove anos de bons serviços prestados. Victor ganhou, ònibus com o letreiro São Victor #Gratidão, os jogadores atuaram com o nome do Victor na camisa, houve uma camisa do goleiro com o número 424 nas costas (total de jogos dele pelo Galo, incluindo o jogo deste domingo).

Victor foi capitão do time e assim que o jogo acabou, todos os jogadores e membros da comissão técnica fizeram um círculo no gramado, em volta do goleiro, para assistir um vídeo produzido pela TV Galo em homenagem a ele, exibido no telão do estádio.

Também houve a entrega de uma placa, com ele falando de forma emocionada de sua jornada pelo Galo, deixando os moldes de suas mãos na calçada da fama do Mineirão. Um dia inesque
cível para o torcedor alvinegro.

Jogo sem “sustos” para o Galo

A disparidade entre as forças de URT e Atlético-MG era tão grande, que Victor não fez nenhuma defesa e apenas cobrava tiros de meta ou devolvia bolas recuadas. O 1 a 0 do primeiro tempo, gol de Diego Tardelli, poderia ter tido um placar maior. A equipe de Patos não atrapalhou a despedida do goleiro alvinegro.

Tardelli pode ser útil ainda no Atlético-MG

Nos poucos jogos que fez no Brasileirão, Diego Tardelli conseguiu mostrar que, em boa forma física, poderia ser melhor utilizado no Galo. Entretanto, com o fim do seu contrato acontecendo justamente neste duelo contra a URT, fica a indagação se ele seguirá pelo menos até o fim do Mineiro. Pelo menos para o Estadual, a permanência do jogador pode ser uma boa para o alvinegro.

Luta da URT no jogo era evitar uma goleada

Após o segundo gol atleticano, marcado por Marrony, jogando pelos lados do campo, como se destacou no Vasco, o time de Patos de Minas tinha apenas uma missão: não levar mais gols e tentar descontar o saldo negativo de gols nas rodadas seguintes. Foi em vão. Levou o terceiro gol. A URT não conseguia chegar à intermediária do Galo.

Observando os jogadores do sub-20

Calebe e Savinho já faziam parte do time principal em 2020. Mas, o torcedor do Galo teve a chance de conhecer Matheus Lima, lateral-esquerdo, Júlio César, meia, além dos atacantes Felipe Felício e Echaporã, que fez o primeiro gol no profisisonal. Eles foram bem, apesar da fragilidade do adversário.

Mineiro servirá para ajustes do time e dar ritmo para outros atletas

O Estadual para o Galo será protocolar na primeira fase. O alvinegro irá se classificar às semifinais. Assim, as 11 rodadas iniciais da competição terão como serventia preparar o time para os duelos da Libertadores, que se iniciam em março e ainda dar ritmo para recém contratados como Nacho, Hulk e Dodô.

Próximos jogos

O Galo volta a campo na quinta-feira, 4 de março, contra o vice-campeão mineiro, o Tombense, em Tombos, às 21h. Já a URT terá pela frente o Uberlândia, em casa, na quarta-feira, 3, às 20h, no Zama Maciel.

FICHA TÉCNICA DA PARTIDA

Atlético-MG 3 x 0 URT
Data: 28 de Fevereiro de 2021
Horário: 18h15 (de Brasília)
Local: Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte-MG
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro
Assistentes: Celso Luiz da Silva e Leonardo Henrique Ferreira
Cartões amarelos: Marrony (ATL), Matheus (URT), João Paulo (URT), Echaporã (ATL)
Cartões vermelhos:
Gols: Diego Tardelli, aos 24’-1ºT(1-0), Marrony, aos 4’-2ºT(2-0), Echaporã, aos 50'-2ºT(3-0)

ATLÉTICO-MG (Técnico: Lucas Gonçalves)

Victor; Mariano, Igor Rabello, Gabriel e Dodô (Matheus Lima, aos 31’-2ºT); Zaracho (Iago Oliveira, aos 43’-2ºT), Calebe (Júlio César, aos 30’-2ºT) e Dylan Borrero; Marrony, Diego Tardelli (Felipe Felício, aos 21’-2ºT) e Savinho (Echaporã, aos 21’-2ºT).

URT (Técnico: Wellington Fajardo)

Renan Rinaldi; Kellyton(Bernardo, aos 41’-2ºT), Luís Felipe, Donato e Ian Barreto; João Paulo e Jean Carlos; João Diogo (Leilson aos 32’-2ºT), Léo Aquino (Romário, aos 7’-2ºT) ,Yago (Wescley-intervalo) e Matheus Oliveira (Paulo Renê, aos 7’-2ºT).