RADAR/LANCE
16/01/2016
19:59
Rio de Janeiro (RJ)

O Vôlei Nestlé (SP) foi até São Caetano (SP) e voltou a vencer na Superliga feminina de vôlei 15/16. Neste sábado (16.01), o time de Osasco (SP) venceu o São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP) por 3 sets a 0 (25/20, 25/21 e 25/22), em 1h40 de jogo, no Lauro Gomes, em São Caetano (SP). A partida encerrou a quarta rodada da competição.

O time de Osasco (SP) segue em quarto lugar na classificação geral, com 32 pontos (11 vitórias e quatro derrotas). O São Cristóvão Saúde/São Caetano caiu para o décima lugar, com 15 pontos (cinco resultados positivos e 10 negativos). O Dentil/Praia Clube (MG) lidera, com 39 pontos, mas com um jogo a mais que o Rexona-AdeS (RJ), segundo colocado, com 37 pontos.

A líbero Camila Brait foi eleita a melhor da partida em votação popular no site da CBV e ficou com o Troféu VivaVôlei. A jogadora fez uma análise da atuação do Vôlei Nestlé neste sábado.

- Estudamos bastante o São Caetano porque sabíamos que seria um jogo difícil. Elas sempre dão muito trabalho quando jogamos na casa delas, por isso, concentramos bastante para esse jogo e cumprimos o plano tático. Sacamos muito bem e sistema defensivo funcionou - disse Camila Brait.

A atacante Ivna, do Vôlei Nestlé, foi a maior pontuadora do confronto, com 16 pontos.

As duas equipes voltarão à quadra na próxima semana. O Vôlei Nestlé jogará com o Terracap/Brasília Vôlei (DF) às 19h30 desta segunda-feira (18.01), no ginásio José Liberatti, em Osasco (SP). Já o São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP) buscará a reabilitação contra o Rexona-AdeS (RJ) às 19h30 desta terça-feira (19.01), no ginásio do Tijuca, no Rio de Janeiro (RJ).

O JOGO


O Vôlei Nestlé começou bem no bloqueio e fez 4/2. O saque e os ataques das visitantes eram eficientes e o time de Osasco abriu cinco pontos (10/5). Se aproveitando dos erros do Vôlei Nestlé, o São Cristóvão Saúde/São Caetano encostou (12/11) e o treinador Luizomar de Moura pediu tempo. A paralisação fez bem ao time de Osasco que foi para o segundo tempo técnico vencendo por 16/14. O Vôlei Nestlé foi melhor na parte final da parcial e venceu o primeiro set por 25/20.

O São Cristóvão Saúde/São Caetano voltou melhor para o segundo set e fez 5/3. Bem no saque, o Vôlei Nestlé empatou (5/5). Com um ace da oposta Lise, o time de Osasco abriu três pontos (10/7) e o treinador Haírton Cabral pediu tempo. O Vôlei Nestlé seguiu melhor e, numa bela colocada da levantadora Dani Lins, fez 16/9. O time comandado pelo treinador Luizomar de Moura segurou uma reação da equipe do ABC Paulista e venceu o segundo set por 25/21.

O Vôlei Nestlé voltou para o terceiro set dominando a parcial e fez 8/4. Bem no bloqueio, o São Cristóvão Saúde/São Caetano encostou (12/10). O Vôlei Nestlé voltou a crescer e dominou a parte final da parcial para vencer o terceiro set por 25/22 e o jogo por 3 sets a 0.