Vasco

Partida é vista como decisiva tanto para o Cruz-Maltino quanto para o Timão (Foto: Marcelo Sadio/Vasco)

João Matheus Ferreira
13/11/2015
13:09
Rio de Janeiro (RJ)

A novela finalmente chegou ao fim. No início da tarde desta sexta-feira, o Corpo de Bombeiros liberou o novo Laudo de Proteção Contra Incêndio (LPCI) que passa a permitir 21.880 torcedores em São Januário. A capacidade do estádio, portanto, ganha um aumento de seis mil em relação aos 15.311 liberados no laudo anterior. A medida já vale para o jogo contra o Corinthians, quinta-feira que vem, às 22h, pelo Campeonato Brasileiro.

A expectativa da diretoria é que fosse liberada a carga máxima de São Januário: 24.311, mas por medidas de segurança os Bombeiros liberaram dois mil a menos. Em vistoria realizada na última quinta, ficou confirmado que o Vasco cumpriu todas as exigências, como instalação de luzes de emergências nos corredores, para-raios, novas saídas e extintores em determinados pontos. O jogo deve receber grande público, já que é decisivo para os dois times: o Cruz-Maltino luta contra o rebaixamento e o Corinthians pode confirmar o hexacampeonato.

As vendas dos ingressos devem começar na segunda-feira. Embora não admita oficialmente, a diretoria estuda aumentar o preço para esta partida. O mínimo permitido pela CBF é R$ 40, valor da arquibancada em jogos anteriores do Vasco no Campeonato Brasileiro em São Januário. A tendência, no entanto, é que seja pelo menos R$ 60. O Corinthians já deu entrada no pedido da carga de 10%, e toda ela será vendida na capital paulista.

A torcida do Vasco prepara uma grande festa para a partida. A expectativa é que todas as torcidas fiquem unidas na arquibancada, provavelmente atrás do gol, e cantem juntas o tempo inteiro. No lado de fora, dezenas de sinalizadores foram comprados para fazer uma espécie de corredor na chegada do ônibus da delegação. O jogo é decisivo para as pretensões da equipe, que briga contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro.