Bahia x Vasco

Milton Mendes diz que não se sente pressionado no cargo e mantém foco na Libertadores (Carlos Gregório Jr/Vasco)

LANCE!
20/08/2017
19:26
Salvador (BA)

O Vasco chegou ao quinto jogo sem vitórias neste domingo, ao ser goleado pelo Bahia por 3 a 0, neste domingo, em Salvador, pelo Brasileirão. Com o resultado, o Cruz-Maltino caiu uma posição e ficou mais próximo da zona de rebaixamento. No entanto, o técnico minimizou a situação complicada e garantiu que o foco da equipe segue na classificação para a Libertadores do ano que vem.

- Nosso objetivo é Libertadores. Sempre falamos isso. Vamos lutar por ela. Essa é a nossa ideia. Infelizmente não conseguimos ganhar há cinco jogos, mas pontuamos em alguns. Todas as equipes já passaram por um momento de instabilidade. Talvez nosso momento esteja passando. Nunca jogaremos a toalha nem deixaremos de lutar. Nossa realidade não é essa. Queremos a Libertadores - disse Milton Mendes, em coletiva após a partida.

Mesmo com a sequência negativa, Milton disse que não se sente pressionado no cargo. O treinador admite que no Brasil geralmente os treinadores pagam pelos faltas de triunfos, mas disse que no Cruz-Maltino é diferente e tem o respaldo do presidente Eurico Miranda. 

- Estou sempre tranquilo. Sei da pressão, do país em que vivemos. Mas o Vasco é um clube diferente. Sou um líder e sou lutador. Vou lutar sempre. Vou fazer tudo que estiver ao meu alcance até a hora que acharem que estou servindo. Se não, tranquilo também. Não penso nisso. Mesmo que perdesse 10, 15 jogos. Não sou eu que tenho que pensar nisso. Presidente sempre me deu estabilidade, tranquilidade. Não é por aí. Pressão começa a vir de fora pra dentro.

Ao analisar a partida, o treinador cruz-maltino acredita que seu time foi bem em Salvador. Segundo ele, se não fossem as chances perdidas pelo Vasco, o resultado poderia ser outro.

- Não vejo queda de produção. Vejo que a equipe começou o jogo e tivemos as melhores oportunidades. Paulinho, Wagner duas vezes, Luis Fabiano... Depois levamos um gol de bola parada, a equipe continuou reagindo. Estrategicamente estivemos perfeitos no primeiro tempo. Se não fosse os gols de bola parada e no último minuto do primeiro tempo, estaríamos falando de forma diferente aqui - comentou Milton Mendes.

O Vasco está em 15º lugar, com 25 pontos, a três da Chapecoense, primeiro time da zona de rebaixamento. Porém, em caso de vitória do time catarinense sobre o Palmeiras nesta rodada, o Cruz-Maltino cai para 16ª posição e fica só a dois pontos do Z4.