Martin Silva - Fluminense x Vasco (Foto: Ricardo Ramos/ LANCE!Press)

Martin Silva falou sobre a pré-temporada do Vasco neste ano em Pinheiral (Foto: Ricardo Ramos/ LANCE!Press)

LANCE!
12/01/2016
08:00
Rio de Janeiro (RJ)

Neste ano de 2016, o Vasco tem pela frente muitos desafios - o principal é o retorno à elite do Campeonato Brasileiro em 2017. Na manhã desta terça-feira, o elenco inicia o trabalho de pré-temporada em Pinheiral, buscando preparar os jogadores para conseguir êxito em seus objetivos. Para o goleiro Martin Silva, nome importante de São Januário, o 2016 será "muito duro", mas o Vasco está preparado.

- Acredito que vai ser uma temporada muito dura. Acho que o principal foi que o Vasco conseguiu que a base do time do ano passado ficasse. Isso ajuda muito. Jorginho, o resto dos companheiros. Temos uma experiência. Agora estamos trabalhando no físico, que é muito importante. Vai ser longo e cansativo - afirmou o goleiro do Vasco, antes de completar:

A programação do Vasco em Pinheiral aponta para treinos integrais durante os 12 dias que fica na cidade

- Esse time teve uma experiência muito dura, mas também tirou coisas positivas do ano passado. Tivemos que lutar contra o rebaixamento o tempo todo. Por isso que acho que o grupo está preparado para jogar a Série B. O período em Pinheiral será muito bom. Para a comissão técnica vai ser muito bom aproveitar esses dias. Jorginho não conseguiu ter isso ano passado. Que seja muito positivo já pensando no Carioca.

Martin Silva aproveitou para comentar sobre a necessidade do Vasco em contratar um camisa 9. Na segunda-feira, o LANCE! mostrou que o time de São Januário estuda a possibilidade de negociação com Jorge Ortega, por intermédio do empresário Regis Marques. Para o goleiro vascaíno, é válida a procura, apesar de chamar a atenção pelos nomes das categorias de base.

- Acho que estamos precisando de um artilheiro, de um camisa 9, que resolva esse assunto da falta de gols, mas também dar oportunidade aos garotos da base. Seria melhor para eles já ter outro nome que assuma essa responsabilidade. Para não ter essa pressão toda em cima deles. Acho que seria o melhor para todos - concluiu.

O Vasco permanece em Pinheiral até o dia 23.