icons.title signature.placeholder Vinícius Britto
icons.title signature.placeholder Vinícius Britto
24/08/2015
18:36

O foco do Vasco agora é na Copa do Brasil. Mesmo com o momento conturbado no Campeonato Brasileiro, o Cruz-Maltino volta suas atenções para o duelo desta quarta-feira, contra o Flamengo,  que vale classificação para as quartas de final da competição mata-mata. Segundo o lateral Madson, a partida pode ser um divisor de águas para uma possível recuperação da equipe no próprio Brasileirão.

- Eu acho que, por ser outra competição, nós precisamos esquecer o Brasileiro e focar na Copa do Brasil. Temos um gol de vantagem. É mínima, mas é uma vantagem. Esperamos fazer um jogo equilibrado contra o Flamengo, nos classificarmos e ter uma melhor sequencia dentro do Brasileiro - ressaltou o lateral.

Ele destacou também a necessidade de se dar tempo para o técnico Jorginho implementar sua filosofia de jogo na equipe. Ele comparou o atual tecnico com o seu antecessor, Celso Roth.

- O Celso Roth cobrava muito na marcação, na parte motivacional. O Jorginho gosta mais de um time técnico, que saiba propor o jogo. Que ele tenha tempo para implementar isso aqui dentro do Vasco - destacou.

Madson é um dos jogadores que mais atuou pela equipe do Vasco no ano de 2015, empatado com Christianno, com 40 partidas. Os laterais só estão atrás do zagueiro Rodrigo, que fez um jogo a mais na temporada. 


O foco do Vasco agora é na Copa do Brasil. Mesmo com o momento conturbado no Campeonato Brasileiro, o Cruz-Maltino volta suas atenções para o duelo desta quarta-feira, contra o Flamengo,  que vale classificação para as quartas de final da competição mata-mata. Segundo o lateral Madson, a partida pode ser um divisor de águas para uma possível recuperação da equipe no próprio Brasileirão.

- Eu acho que, por ser outra competição, nós precisamos esquecer o Brasileiro e focar na Copa do Brasil. Temos um gol de vantagem. É mínima, mas é uma vantagem. Esperamos fazer um jogo equilibrado contra o Flamengo, nos classificarmos e ter uma melhor sequencia dentro do Brasileiro - ressaltou o lateral.

Ele destacou também a necessidade de se dar tempo para o técnico Jorginho implementar sua filosofia de jogo na equipe. Ele comparou o atual tecnico com o seu antecessor, Celso Roth.

- O Celso Roth cobrava muito na marcação, na parte motivacional. O Jorginho gosta mais de um time técnico, que saiba propor o jogo. Que ele tenha tempo para implementar isso aqui dentro do Vasco - destacou.

Madson é um dos jogadores que mais atuou pela equipe do Vasco no ano de 2015, empatado com Christianno, com 40 partidas. Os laterais só estão atrás do zagueiro Rodrigo, que fez um jogo a mais na temporada.