Jorginho (Foto: Paulo Fernandes/Vasco)

Jorginho não terá Julio dos Santos e Jorge Henrique contra o Volta Redonda (Foto: Paulo Fernandes/Vasco)

LANCE!
01/04/2016
07:00
Rio de Janeiro (RJ)

O clássico da última quarta-feira contra o Flamengo terminou com dois problemas para o técnico Jorginho resolver. Julio dos Santos e Jorge Henrique levaram o terceiro cartão amarelo e não poderão encarar o Volta Redonda, domingo, em São Januário. Por isso, o treinador terá que mexer em um time que praticamente não mudou durante as quatro rodadas da Taça Guanabara.

Para o lugar do paraguaio, o volante Diguinho deve ser o escolhido pelo treinador. Já para o ataque, a tendência é que o jovem Caio Monteiro seja o substituto de Jorge Henrique, como já vem acontecendo ao longo dos últimos jogos. Feliz com o bom desempenho tanto do time titular, quanto do reserva, Jorginho exaltou a força do elenco neste início de temporada:

- Ninguém consegue trabalhar com 11 jogadores. Não conquistamos nada, apenas estamos em um bom caminho. Precisamos nos manter assim. No futebol, você é tão bom quanto seu último resultado. As grandes equipes são as que mantêm a regularidade. É fundamental olhar para o banco e ver que tenho opções para mudar o jogo. O Caio tem entrado e falei que ele sentiu um pouco o que o Jorge Henrique passa, o desgaste. O jogador precisa ser muito tático se desgasta e não tem a força necessária para jogar. Foi boa a entrada desses jogadores. O Diguinho colocamos o Marcelo Mattos mais para direita, temos que ter entrosamento grande. É bom ter jogadores que entrem e melhorem o nível.

As outras opções do treinador no meio-campo seriam Bruno Gallo, que foi titular durante a reta final do Brasileirão, e Mateus Pet, que começou o ano como titular, mas nas últimas rodadas vem atuando na equipe Sub-20. No ataque, Eder Luis era um nome, mas ainda se recupera de lesão no tornozelo direito. William Barbio é a outra opção.

Independente de quem vai jogar, o torcedor vascaíno quer mesmo é que seu time mantenha a invencibilidade que já vem desde o ano passado. Já são 17 jogos sem derrota e a liderança isolada da Taça Guanabara.