Jorge Henrique

Jorge Henrique é um dos jogadores experientes da equipe do Vasco (Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

RADAR/LANCE!
02/05/2016
15:23
Rio de Janeiro (RJ)

'Hoje todos os setores do Vasco trabalham em conjunto. Eu entro com a parte científica, mas é importante o papel do Joelton (preparador físico), da parte da nutrição, psicologia. A decisão final sempre é do Jorginho. A avaliação nos jogadores é feita diariamente.

Na pré-temporada fizemos um desenho de como precisariam ser feitos os movimentos corretos na sala de musculação, o uso adequado dos equipamentos. O Jorge Henrique quando chegou ao clube a gente detectou um desnível de 28% na coxa dele. Como tinha aquela briga para escapar do rebaixamento, a gente utilizou o jogador, mas sabia que em um momento teria uma lesão, como ocorreu.

Afirmo que os jogadores experientes do elenco são exemplos. E eles também são responsáveis por essa fase sem lesões. Nenê, Rodrigo, Andrezinho, Jorge Henrique chegam cedo ao clube para fazer trabalho de prevenção. Se cuidam. A idade biológica deles pode ser acima de 30 anos, mas hoje é como se estivessem com 25 anos'.

Outro dado importante que trabalhamos com eles é a tolerância a fadiga. Qualquer pessoa quando faz atividade física chega um dado momento que sente o cansaço. Nosso trabalho junto a psicologia é fazer com que isso seja mais tolerado e suportável'.

Alex Evangelista, Gerente Científico do Cruz-Maltino