David Nascimento
14/06/2018
13:04
Rio de Janeiro (RJ)

A Copa do Mundo da Rússia começou nesta quinta-feira, o que marcou também o início da paralisação do Campeonato Brasileiro. Os jogadores do Vasco, com isso, ganharam férias nos dias iniciais após a derrota para o Internacional, na noite da última quarta-feira, no Rio Grande do Sul. A delegação - incompleta, já que alguns atletas pegaram voos diretos para outros destinos - desembarcou no aeroporto do Galeão e o LANCE! acompanhou.

O técnico Jorginho foi um dos que parou para conversar com os jornalistas no saguão de desembarque doméstico do Galeão. O comandante afirmou que diferentemente do elenco, não irá tirá férias, focando no trabalho para melhorias no Cruz-Maltino neste período sem partidas. Reforços pontuais são observados para serem contratados pela comissão técnica ao lado do presidente Alexandre Campello, que lidera o Comitê Gestor do Futebol.

- Não vou tirar férias e nem quero, já estava parado tem tempo (risos). A primeira coisa que precisa acontecer para a equipe do Vasco é manter a regularidade. Não pode fazer um grande jogo e de repente não conseguir ir tão bem, jogar desorganizado. Teremos tempo para trabalhar agora. Será muito importante essa parada, essa intertemporada, de pelo menos 21 dias de treinamento, já vinhamos conversando sorbe isso - disse Jorginho antes de completar:

- De repente um ou outro reforço pontual que a gente sabe que precisa, acho que irá ajudar muito. Não vou falar em posições, estamos analisando bem, estamos vendo o mercado que não é tão simples assim, trazer jogadores nessa situação, a gente sabe a situação financeira do Vasco, então tem que se encaixar dentro das nossas necessidades.

O Vasco entrou de férias a partir desta quinta-feira, com a reapresentação do elenco programada para a tarde do próximo dia 25 no Complexo Esportivo de São Januário, quando a preparação será recomeçada. O time comandado pelo técnico Jorginho volta a campo somente após o Mundial, no dia 16 de julho, diante do Bahia, em casa, pela volta das oitavas de final da Copa do Brasil - na ida, a equipe cruz-maltina foi derrotada por 3 a 0.

placeholder