João Mércio Gomes
28/03/2017
16:30
Rio de Janeiro (RJ)

O goleiro Martin Silva é unanimidade no Vasco da Gama. Desde que chegou ao clube, em 2014, foram 156 jogos e, mesmo com rebaixamento, não perdeu prestígio com a torcida. Até Jordi, sombra no banco de reservas, reconhece que a disputa pela vaga não está em aberto. Caso o uruguaio tenha condições de jogo, o jovem de 23 anos garante

- Quem vai ser titular? Com certeza, o Martin Silva. Estou ciente que sou reserva e tenho aprendido cada vez mais com ele. Tenho feito boas partidas e a cada dia venho evoluindo - disse Jordi.

O goleiro criado em São Januário fez seu primeiro clássico contra o Flamengo pelos profissionais e, na sua visão, não comprometeu. Nas redes sociais, alguns torcedores reclamaram do gol de Berrío e o goleiro explicou o lance. Jordi acredita que a bola era defensável, mas não falhou na jogada.

- Me posicionei certo para a batida dele. Sei que era uma bola defensável, diferente de falha. Mas, na hora da batida, a ponta da chuteira dele bate na bola de baixo pra cima, e a bola sai de mim. Se batesse normal (de peito do pé) não seria gol. Quando ele bateu de lado, a bola saiu de mim e eu não esperava. Mas estou ciente de que era uma bola defensável - afirmou.

O goleiro Martin Silva, convocado, tem compromisso pela Seleção nesta noite, diante do Peru. A expectativa é de que o vascaíno fique no banco de reservas e, por isso, deve ter condições de jogo para voltar ao time de Milton Mendes diante do Boavista, na quinta-feira.