Jordi durante treino

Jordi será novamente titular no gol vascaíno (Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

RADAR/LANCE!
06/07/2016
17:17
Rio de Janeiro (RJ)

"Sei que preciso melhorar algumas coisas, como a minha saída de bola". Esta foi uma das frases ditas por Jordi, em entrevista coletiva na última terça-feira. A atitude de humildade do goleiro do Vasco foi elogiada por muitos dentro de São Januário - e também na imprensa.

Neste sábado, Jordi terá outra oportunidade como titular da equipe cruz-maltina, uma vez que o dono da posição, Martin Silva, está suspenso. A partida será diante do Brasil de Pelotas, pela 15ª rodada da Série B, em casa.  

Contestado pela torcida em alguns momentos, o jovem goleiro de 22 anos é tido na Colina como um jogador de potencial. Confira opiniões de jornalistas do LANCE! sobre virtudes e defeitos de Jordi. 

João Carlos Assumpção, colunista do LANCE!

A principal qualidade de Jordi é a dedicação nos treinos e o fato de conseguir fazer belas defesas, já que tem boa elasticidade. Outra é o simples fato de admitir que tem que melhorar. Nem todos são humildes...

Seus principais defeitos são a saída de bola, no caso, a reposição, e as rebatidas, nem sempre bem efetuadas. Mas é um goleiro de futuro, tanto que esteve na pré-lista para a Olimpíada do Rio.

David Nascimento, repórter do LANCE!

Vejo com bons olhos a sinceridade de Jordi. Não só jogador de futebol, mas qualquer pessoa precisa manter a humildade para ter sucesso em seus objetivos. Ao reconhecer os pontos que precisa melhorar, inclusive apontando-os, Jordi, mesmo jovem, sobe de patamar para ter um longo caminho pela frente na carreira.

A saída de bola, fundamento citado pelo próprio Jordi em sua auto-crítica, é a característica mais urgente que ele precisa melhorar. Na sequência que esteve no time titular do Vasco no lugar de Martin Silva, durante a Copa América, chegou a falhar com isto e prejudicou a equipe. Agora, melhorando, tem tudo para evoluir e fazer as qualidades se sobressaírem.
A torcida agradecerá.

Hugo Mirandela, repórter do LANCE!

Apesar de jovem, Jordi é um garoto muito maduro. Mais uma prova disso é essa auto-crítica. Ele já melhorou bastante em relação ao ano passado. Fez boas partidas enquanto o Vasco ficou sem Martin Silva, que foi defender o Uruguai na Copa América.

No entanto, precisa melhorar mesmo em alguns aspectos, principalmente nas saídas do gol. O goleiro também se mostra afobado em alguns lances, e aí acaba errando. Sua principal virtude é o reflexo.

No primeiro jogo contra o CRB, pela Copa do Brasil, Jordi mostrou muito isso e salvou o Vasco com grandes defesas, garantindo a vitória do time por 1 a 0. Foi sua melhor apresentação desde que subiu para os profissionais. É um goleiro com potencial e vem evoluindo.