David Nascimento
26/12/2016
08:00
Rio de Janeiro (RJ)

O Vasco não deve parar nos cinco reforços nível seleção como anunciado semana passada pelo vice-presidente de futebol, Eurico Brandão - o primeiro foi o meia argentino Escudero, confirmado domingo, no Natal. O clube também conversa com nomes que chegariam para compor o elenco, sendo apostas de oportunidades com aprovação do técnico Cristovão Borges. E a ideia é a de que anúncios deste porte sejam feitos antes do término de 2016, seguindo o planejamento feito desde o término da Série B do Campeonato Brasileiro.

Um dos nomes que integram a lista é o zagueiro Luccas Claro, então no Coritiba. Aos 25 anos, o defensor é o preferido para reforçar o sistema defensivo, uma das posições que pouco serão mexidas para 2017 em comparação com os demais setores - e isto faria com que nomes, como Rafael Marques, perdessem espaço. O volante Bruno Silva também interessa, mas o fato de o Botafogo ter se classificado para a Conmebol Libertadores pode emperrar as conversas.

Vale lembrar também que outros nomes de fora do Brasil estão no radar do Vasco para 2017. O meia chileno Leonardo Valencia segue em conversa com a cúpula do clube de São Januário. Um nome mais forte, no caso do ataque, caso Luis Fabiano não dê certo é Kelvin, que pertence ao Porto. As partes seguem dialogando, os portugueses querem dinheiro na negociação, ponto que não deve ser equacionado até o último dia do ano.