icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
26/07/2013
15:26

Assim como Gerardo Martino elogiou o Barcelona em suas entrevistas após o acerto com o clube catalão, a diretoria também elogiou o argentino. Segundo o ex-goleiro Andoni Zubizarreta, atual diretor esportivo blaugrana, tudo foi definido de forma bem rápida.

- Colocamos as opções na mesa, e discutimos os prós e os contras. A reunião com o presidente e o vice-presidente foi rápida. Fazer as avaliações foi difícil, pois a imagem de Tito Vilanova sempre vinha - começou o dirigente:

- O futebol cresce com a mescla, compartilhar e fazer as coisas juntos. E neste processo, Tata escutava e passava seu ponto de vista. Finalmente, com esta ideia, chegamos à conclusão de que era a melhor opção. Martino vai desenvolver a ideia de futebol do Barça.

Zubizarreta, que ainda garantiu que Messi não teve nada a ver com a escolha, foi quem sugeriu o argentino. Segundo o vice-presidente Josep Maria Bartomeu, o trabalho de Martino já era conhecido.

- Principalmente na seleção do Paraguai. Apesar de nunca ter treinado na Europa, com as palavras de Zubizarreta, e depois de falar com ele pelo telefone, ficamos tranquilos. Falamos o mesmo idioma futebolístico - concluiu.

Assim como Gerardo Martino elogiou o Barcelona em suas entrevistas após o acerto com o clube catalão, a diretoria também elogiou o argentino. Segundo o ex-goleiro Andoni Zubizarreta, atual diretor esportivo blaugrana, tudo foi definido de forma bem rápida.

- Colocamos as opções na mesa, e discutimos os prós e os contras. A reunião com o presidente e o vice-presidente foi rápida. Fazer as avaliações foi difícil, pois a imagem de Tito Vilanova sempre vinha - começou o dirigente:

- O futebol cresce com a mescla, compartilhar e fazer as coisas juntos. E neste processo, Tata escutava e passava seu ponto de vista. Finalmente, com esta ideia, chegamos à conclusão de que era a melhor opção. Martino vai desenvolver a ideia de futebol do Barça.

Zubizarreta, que ainda garantiu que Messi não teve nada a ver com a escolha, foi quem sugeriu o argentino. Segundo o vice-presidente Josep Maria Bartomeu, o trabalho de Martino já era conhecido.

- Principalmente na seleção do Paraguai. Apesar de nunca ter treinado na Europa, com as palavras de Zubizarreta, e depois de falar com ele pelo telefone, ficamos tranquilos. Falamos o mesmo idioma futebolístico - concluiu.