icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
03/11/2014
21:55

Contratado por 41 milhões de reais pelo fundo de investimentos Doyen Sports, o atacante Leandro Damião ainda é fruto de muitas desconfianças no Santos. No entanto, o gerente de futebol do Peixe, Zinho, declarou que gosta muito do ex-atacante da Seleção Brasileira e acredita que a cobrança exacerbada sobre o atacante gera interferências no desempenho do jogador. 

- Eu, particularmente, gosto muito do Leandro Damião. É um baita atacante. Tem poucos jogadores fazendo essa função. É questão de ele pegar o ritmo, ter tranquilidade para jogar. Essa cobrança sobre ele é muito grande. Toda vez que falam do Damião, citam a parte financeira, que ele foi contratado por "tantos milhões". Se ele fizer um jogo razoável, não serve. Para um ou outro jogador uma atuação razoável serve. Mas, o Leandro Damião, pelo nome, é cobrado. - afimou Zinho, no programa Fox Sports Night, do Fox Sports, nesta segunda.

O gerente também ressaltou que o camisa 9 do Santos não está rendendo o bom futebol que o consagrou. Entretanto, deixou claro que confia no bom desempenho do jogador, que ainda tem contrato por mais quatro anos. 

- Para mim, gerente de futebol, quero ver ele integrado ao grupo, importante para o time, profissional como ele é. Jogando ou não, ele está junto com a gente. Eu confio que ele vai fazer ainda, ele tem contrato de cinco anos. O primeiro ano é dificil de se adaptar por causa da cobrança. O futebol não é de um de um jogador só. Eu nunca fui um fenômeno. O Damião não é um fenomeno. Ele precisa de um time ajustado, arrumado pra que ele possa se encaixar. Não está rendendo o melhor futebol dele, mas é um cara que merece respeito e confio que ele dará retorno. - completou