icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
30/07/2013
13:07

Com a presença de Zico na manhã desta terça-feira, aconteceu a coletiva de imprensa que deu início à Copa Zico 10, que acontecerá entre agosto e outubro e terá times de diversas comunidades pacificadas do Rio de Janeiro. Segundo o Galinho, o objetivo do evento é fazer com que o esporte seja um meio de integração social e possa formar verdadeiros cidadãos.

O evento contou com a participação também de André Lazaroni, secretário de esporte e lazer do Rio de Janeiro, Luiz Marques, representando a Ambev, Diogo Castelão, representante da Rio de Negócios, e Silmara Máximo, pela empresa de telefonia TIM.

- Temos procurado fazer um trabalho de contribuição de cidadania, trabalho que vem dando certo. Fico feliz de ter 45 mil crianças participando do projeto, poder ter no Rio de Janeiro, cidade que amo, poder estar com 12 mil crianças. O objetivo é dar a essas crianças, através do futebol, mais motivação. Todas as crianças que participam do projeto tem o objetivo de ser jogador de futebol, mas procuramos dar toda uma orientação e, caso isso aconteça, eles poderem dar certo. É sempre uma motivação a mais para todos eles - disse Zico, que lembrou que o projeto pode ajudar em um âmbito que o poder público ainda não conseguiu modificar completamente:

- Aqueles que moram no Rio sabem dos locais carentes e uma copa como essa vem preencher uma lacuna muito grande. Espero que o projeto possa vir a ajudar com isso.

André Lazaroni, secretário de esporte e lazer do Rio de Janeiro, complementou a ideia já iniciada pelo ex-camisa 10 rubro-negro.

- Maior objetivo é formar cidadão. Temos feito esse tipo de parceria com a sociedade civil organizada. Através deste trabalho, conseguimos atingir o coração dos jovens. Objetivo do nosso governador foi esse, crianças tenham acesso aos esporte como inclusão social - afirmou.

Serão 32 comunidades participantes e os jogos acontecerão em oito sedes: Rocinha, Vidigal, Prazeres, Providência, Salgueiro, Borel, Fé e São João. A final do torneio, que será disputada nos moldes da Copa do Mundo, acontecerá no Centro de Futebol Zico (CFZ), no Recreio, Zona Oeste da cidade. Alguns jovens que se destacarem na competição integrarão uma seleção que, posteriormente, disputará um torneio internacional.

Com a presença de Zico na manhã desta terça-feira, aconteceu a coletiva de imprensa que deu início à Copa Zico 10, que acontecerá entre agosto e outubro e terá times de diversas comunidades pacificadas do Rio de Janeiro. Segundo o Galinho, o objetivo do evento é fazer com que o esporte seja um meio de integração social e possa formar verdadeiros cidadãos.

O evento contou com a participação também de André Lazaroni, secretário de esporte e lazer do Rio de Janeiro, Luiz Marques, representando a Ambev, Diogo Castelão, representante da Rio de Negócios, e Silmara Máximo, pela empresa de telefonia TIM.

- Temos procurado fazer um trabalho de contribuição de cidadania, trabalho que vem dando certo. Fico feliz de ter 45 mil crianças participando do projeto, poder ter no Rio de Janeiro, cidade que amo, poder estar com 12 mil crianças. O objetivo é dar a essas crianças, através do futebol, mais motivação. Todas as crianças que participam do projeto tem o objetivo de ser jogador de futebol, mas procuramos dar toda uma orientação e, caso isso aconteça, eles poderem dar certo. É sempre uma motivação a mais para todos eles - disse Zico, que lembrou que o projeto pode ajudar em um âmbito que o poder público ainda não conseguiu modificar completamente:

- Aqueles que moram no Rio sabem dos locais carentes e uma copa como essa vem preencher uma lacuna muito grande. Espero que o projeto possa vir a ajudar com isso.

André Lazaroni, secretário de esporte e lazer do Rio de Janeiro, complementou a ideia já iniciada pelo ex-camisa 10 rubro-negro.

- Maior objetivo é formar cidadão. Temos feito esse tipo de parceria com a sociedade civil organizada. Através deste trabalho, conseguimos atingir o coração dos jovens. Objetivo do nosso governador foi esse, crianças tenham acesso aos esporte como inclusão social - afirmou.

Serão 32 comunidades participantes e os jogos acontecerão em oito sedes: Rocinha, Vidigal, Prazeres, Providência, Salgueiro, Borel, Fé e São João. A final do torneio, que será disputada nos moldes da Copa do Mundo, acontecerá no Centro de Futebol Zico (CFZ), no Recreio, Zona Oeste da cidade. Alguns jovens que se destacarem na competição integrarão uma seleção que, posteriormente, disputará um torneio internacional.