icons.title signature.placeholder Guilherme Borini
24/06/2014
20:05

As más atuações na Copa do Mundo baixaram a autoestima dos jogadores da seleção de Portugal. Toda a confiança da equipe antes do Mundial parece ter ido embora com a goleada sofrida na primeira rodada para a Alemanha (4 a 0) e o empate no último minuto contra os Estados Unidos (2 a 2), resultados que praticamente tiraram as chances de classificação às oitavas de final.

Após o jogo contra os americanos, Cristiano Ronaldo disse que colocar Portugal como favorito era uma ilusão e que há equipes melhores e merecedoras do título. O zagueiro Ricardo Costa reforçou as palavras do astro do time, mas valorizou a qualidade dos jogadores portugueses.

- Nunca nos consideramos favoritos ou dissemos que ganharíamos o Mundial. Temos uma boa equipe, que está junta há muitos anos e é coletivamente forte. Os resultados não mostram a nossa qualidade, mas os nossos jogadores jogam nos melhores clubes da Europa e a seleção é respeitada mundialmente - declarou o jogador, em entrevista coletiva após o treino desta terça-feira, no CT da Ponte Preta, em Campinas.

Mesmo em situação delicada, com chances remotas de classificação, a palavra de ordem na equipe é acreditar até o fim.

- Enquanto matematicamente for possível teremos de alimentar a esperança. Estamos mentalizados apenas em ganhar e em encarar o jogo contra Gana como se fosse a última partida das nossas vidas. Acreditamos que é possível ganhar de Gana e seguir em frente para as oitavas de final - completou Ricardo Costa.

A missão de Portugal é complicada. Com apenas um ponto, três atrás dos líderes do grupo G (Alemanha e Estados Unidos), a equipe precisa vencer Gana, nesta segunda-feira, em Brasília, e também torcer para ter um vencedor na outra partida. Caso alemães e americanos empatem, os portugueses estarão eliminados. Caso haja um vencedor no outro jogo, a seleção lusa precisa tirar a diferença de cinco gols de saldo em relação aos EUA, ou de oito gols se a derrotada for a Alemanha.

Para a partida contra Gana, o técnico Paulo Bento terá os desfalques de André Almeida, Rui Patrício, Hugo Almeida e Hélder Postiga, todos por lesões. Além de Fábio Coentrão, que já foi cortado da Copa do Mundo também lesionado. Por outro lado, o treinador português conta com o retorno do zagueiro Pepe, que volta de suspensão. O jogador briga por uma vaga justamente com Ricardo Costa, que foi o substituto contra os Estados Unidos.