icons.title signature.placeholder Daniel Guimarães e Igor Siqueira
21/02/2015
22:43

Aos 83 anos, tendo participado de quatro dos cinco títulos mundiais do Brasil, Mário Jorge Lobo Zagallo vê o futebol brasileiro em um momento crucial, que pode determinar a relevância do país ao redor do mundo. E o ex-técnico vê no seu ex-capitão - Dunga - um personagem primordial nesse processo.

- Ele foi campeão do mundo como jogador. Teve a oportunidade com a Seleção como treinador, perdeu (a Copa) jogando a melhor partida e agora está retornando. Ele tem experiência e o sucesso do futebol brasileiro está na mão dele - cravou o Velho Lobo, que foi à Sapucaí para acompanhar o desfile das campeãs do grupo especial do Carnaval do Rio.

Zagallo, que diz acompanhar tudo sobre o futebol, também está preocupado com os rumos das categorias de base. Ele, inclusive, comentou o desempenho do time sub-20 no Sul-Americano do Uruguai.

- Ficou devendo, sem dúvidas. Chegou em quarto, mas estamos acostumados a ganhar sempre. E agora temos de conviver com esses problemas. Tem que continuar trabalhando. Não pode ficar dormindo nos louros, nem ficar lá por baixo como nós estamos. Tem que ter trabalho. É através do trabalho que vamos vencer novamente - sentenciou.

O ex-treinador da Seleção ainda mostra muito ressentimento com o 7 a 1 na Copa, algo que classificou como inadmissível.

- E o 7 a 1 não vai se esquecer mais, infelizmente. É inadmissível, mas aconteceu. Eu estou satisfeito? Não. Ninguém está satisfeito. Nem o próprio Felipão, mas aconteceu. Não vai acontecer mais, mas isso marcou. Dentro do Brasil perder de 7 a 1, não tem como. Fui um susto. Eu estava me recuperando de uma internação, vendo pela televisão, graças a Deus...Mas agora temos de caminhar de novo. Temos cinco títulos, ninguém mais vai nos tirar isso. Mas temos de trabalhar - completou.

Com muita irreverência, Zagallo já virou figurinha carimbada no desfiles das campeãs. E ainda tem as sacadas características em relação ao número 13.

- O que está escrito aqui? Conta! Camarote da Boa. Tem 13 letras - falou ele ao LANCE!Net.