icons.title signature.placeholder LEO BURLÁ E RODRIGO CERQUEIRA
12/06/2014
16:51

Posse de bola, toques em sequência, paciência e domínio do jogo. Tudo isso retrata um pouco o que é o tiki-taka espanhol, estilo de jogo que levou a Fúria aos principais títulos de sua história - as Eurocopas de 2008 e 2012, e a Copa do Mundo de 2010. Com a derrota na final da Copa das Confederações de 2013 e o declínio do Barcelona, equipe que foi base dos títulos já citados, fica a dúvida: é o fim do tiki-taka. Quem tratou de responder isso foi o volante Xavi, ícone desse tipo de jogo e que participou de todos os grandes momentos da Espanha.

- Nosso estilo é muito claro, dominar o jogo, ser o protagonista e ter a posse de bola. Seria um erro mudar isso. E os jogadores que estão aqui têm facilidade com esse esquema. Espero que esse estilo nos leve até a final. Vamos ganhar ou morrer com ele - afirmou Xavi nesta quinta-feira em coletiva de imprensa na Arena Fonte Nova.

Espanha treina o tiki-taka em campo reduzido (Foto: Rodrigo Cerqueira)

Sobre a empolgação de uma equipe que já ganhou tudo no futebol, e que não precisa provar mais nada, Xavi deixou claro que há muita empolgação com a Copa do Mundo no Brasil. E que os jogadores farão o possível para defender o título mundial conquistado em 2010:

- Viemos com toda a ilusão do mundo, sabendo de todas as dificuldades que um Mundial tem. E amanhã teremos um rival muito duro, que enfrentamos na última final do Mundial. vamos tentar impor nossa personalidade. Jogamos há anos de uma maneira própria.