icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
04/04/2014
18:35

Xodó do ex-técnico do Fluminense Renato Gaúcho e contratado pelo Tricolor a pedido do próprio, o atacante Walter fez questão de agradecer a ajuda recebida do comandante nos três meses em que trabalharam junto no clube.

O camisa 18 fez questão de ressaltar o trabalho feito por Renato e de agradecer todo o carinho recebido por parte do treinador, que só o chamava de Waltinho.

– O Renato é um grande treinador e uma grande pessoa. Todos sabem disso. Agradeço muito a ele. Consegui ganhar a vaga de titular no time, mas agora temos um outro treinador e começa tudo de novo. Vou continuar trabalhando todo dia e, se o professor optar por mim, estou aí para ajudar – comentou.

Questionado sobre os problemas entre Fluminense e Unimed-Rio, Walter preferiu se abster.

– Nós deixamos essa briga para a diretoria. Dentro de campo, continuamos fazendo o nosso trabalho. É o que faremos na quinta-feira. Sabemos que o time do Horizonte não é bobo - comentou.

Por fim, Walter comentou o episódio que aconteceu na quarta-feira nas Laranjeiras, quando nenhum atleta, membro da comissão técnica e da diretoria se manifestaram. Foi uma das primeiras vezes que ninguém no clube concedeu entrevista coletiva.

- Nós achamos melhor dar uma segurada, porque o presidente vai falar. Acho importante revezar. Trabalhar forte para fazer um bom jogo - explicou o camisa 18.