icons.title signature.placeholder Fellipe Lucena e Thiago Ferri
21/02/2015
09:06

Ao contrário do previsto pela comissão técnica do Palmeiras, Valdivia não fará sua estreia em 2015 no dia 28 de fevereiro, contra o Capivariano, no Allianz Parque. Não há mais uma previsão pública, mas o plano é deixá-lo apto a ir a campo na rodada inaugural da Copa do Brasil, dia 4 de março, contra o Vitória da Conquista, na Bahia. Entretanto, ninguém é capaz de assegurar que será possível. "Mistério", foi a palavra utilizada por uma pessoa do clube.

Embora esteja diante de mais um episódio de fragilidade física do chileno, Oswaldo é enfático ao dizer que deseja tê-lo pelo menos até o fim do ano. O meia está vinculado ao Palmeiras até o dia 17 de agosto e já pode assinar pré-contrato com outra equipe para sair de graça após esta data.

- Já pedi para ele ficar. Eu quero a renovação do Valdivia. Agora, temos que esperar a recuperação dele também. É um jogador importantíssimo – disse o comandante, ao LANCE!Net, pouco antes de garantir que o atraso no cronograma não foi causado pela viagem do camisa 10 a Salvador para pular o Carnaval.

- Ele estava de folga. Não foi isso que atrasou nada, ele continua fazendo tudo o que estava programado. Me incomoda saber que a gente ainda não evoluiu para ver que isso é uma coisa natural. O Carnaval existe no Brasil há mais de cem anos e a gente não admite que o jogador brasileiro também pode participar, como um jornalista, um assessor, um roupeiro, qualquer pessoa. É como o Halloween nos Estados Unidos. Todo mundo se fantasia de bruxa e vai para a rua.

O Mago já manifestou publicamente o desejo de ampliar o compromisso, e a diretoria também tem a intenção de renovar com ele. A negociação, no entanto, não é considerada tão fácil como pode parecer, já que o clube está decidido a propor uma redução no salário do jogador, hoje na casa dos R$ 500 mil, para que ele passe a receber por produtividade.

Ainda não foi formalizada proposta. O diretor de futebol Alexandre Mattos espera que Luis Valdivia, pai do Mago, venha ao Brasil para intensificar as conversas nos próximos dias. A ideia inicial da diretoria é oferecer novo vínculo com duração somente até dezembro de 2015, mas não está descartada a chance de fechar até o fim de 2016.

Valdivia durante o Carnaval em Salvador (FOTO: Reprodução Band FM)

O problema físico do armador foi agravado porque ele jogou no sacrifício contra o Atlético-PR, no dia 7 de dezembro, na rodada final do Brasileiro. Valdivia ainda não jogou em 2015 e seguirá fora de combate por ao menos mais duas partidas: neste domingo, contra o Penapolense, e no sábado seguinte, contra o Capivariano.

O tratamento da lesão começou durante as férias, no Chile, com o auxílio do departamento médico do Colo-Colo para a aplicação de PRP (plasma rico em plaquetas, para acelerar a cicatrização). Ele se reapresentou com o elenco na Academia em 7 de janeiro, mas voltou ao seu país para ficar uma semana sob cuidados do fisioterapeuta cubano José Amador, da seleção chilena.

A diretoria liberou a viagem, mas o caso gerou mal-estar, sobretudo porque dias antes o Mago postou uma mensagem dizendo que, com Amador no Brasil, ele talvez já pudesse estar jogando. Não deu...