icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
18/03/2014
19:12

O Santos vive uma situação inusitada no Campeonato Paulista. Mesmo com o melhor ataque da competição, com 37 gols marcados, o time teria que vencer o Palmeiras no domingo para retomar ponta da classificação geral do Paulista, posição que pertence ao Palmeiras atualmente. Caso não vença o clássico, permanecerá em segundo lugar, mas "escaparia" de enfrentar o São Paulo nas semifinais. O volante Alison, que concedeu entrevista coletiva nesta terça-feira, no entanto, descarta que os jogadores pensem nessa possibilidade.

- Acho que não pode escolher adversário, tem que ficar preparado para o adversário que vier. A gente tem o objetivo de decidir em casa, e a gente só consegue se classificar em primeiro. Vamos buscar a vitória porque o nosso objetivo é decidir em casa - afirmou o volante, que treinou como zagueiro nesta terça.

A revelação da base santista, de apenas 21 anos, admitiu que o clima no elenco já está diferente neste início de semana, devido ao clássico de domingo, que deve decidir quem fica na liderança geral do Paulista.

- Acho que é a semana que tem que começar a corrigir os erros, a gente começa a entrar em um período de decisão, tem que ficar ligado com os erros, senão fica dificil reverter o jogo. Tem que ter mais atenção. A gente já começa a pensar que cada jogo é uma decisão - opinou.

Caso o Alvinegro avance para a final, o calendário será bem apertado. Serão 20 dias de jogos decisivos, alternando entre Paulista e Copa do Brasil. A maratona já começa no domingo, contra o Palmeiras, na Vila Belmiro, e posteriormente contra a Ponte Preta, na quarta-feira, pelas quartas de final.