icons.title signature.placeholder Bruno Cassucci e Russel Dias
19/06/2014
20:21

O Santos está próximo de perder outro jogador revelado pela base do clube: Victor Andrade. Antes dono de status de joia no Peixe, o atacante não viajou para São José dos Campos e permaneceu na Baixada Santista, no CT Rei Pelé.

Segundo o pai do jogador, ele estaria tratando uma gastrite na cidade e não pôde viajar com o time. A assessoria de imprensa do clube informou que o atacante não foi para São José dos Campos (SP) por uma opção técnica.

Conforme a reportagem do LANCE!Net apurou, o Comitê de Gestão foi avisado pelo estafe do atleta de que seu contrato, que termina no dia 30 de setembro, não será renovado, por opção do atleta.

Recentemente, alguns clubes do exterior sondaram Nelson Andrade, pai e gestor da carreira de Victor. A empresa alemã Rogon Sports fez contato, mas não obteve sucesso na negociação. Empresários que representam o Benfica (POR) também o procuraram, e tiveram respostas positivas sobre uma possível ida do atacante para Portugal.

Mas, para ir para a Europa, o jogador terá que negociar com o Peixe. Isso porque a janela de transferências internacionais fecha antes do fim de seu vínculo. Caso o Peixe não aceite, Victor Andrade poderia ficar sem clube até janeiro. Até lá, as duas partes vão se reunir para negociar valores para a liberação antecipada e a oferta será para que o Santos receba o lucro de 10% de uma futura venda.

Aos 18 anos de idade, Victor Andrade já voltou para as categorias de base do Peixe para disputar o Campeonato Paulista Sub-20 e retornou a pedido de Oswaldo de Oliveira, que deu duas chances para o atacante atuar na Copa do Brasil e no Brasileiro, na penúltima rodada antes da parada.

Em fevereiro deste ano, o rival Palmeiras confirmou interesse em contar com ele, mas logo descartou.

Pelo Peixe, Victor Andrade fez 31 jogos e apenas marcou três gols.