icons.title signature.placeholder Marcelo Braga
11/12/2013
15:34

Vice-campeão paulista pela Ponte Preta em 2008, na última final disputada pelo clube de Campinas, o ex-zagueiro César diz que o momento atual tende a acabar de uma forma diferente daquela decisão. O motivo? O Lanús (ARG), adversário da decisão da Copa Sul-Americana, não é tão favorito como era o Palmeiras na ocasião.

- Ao chegar na final, a euforia tomou conta de todos, muitos nunca tinham passado por aquilo, era a possbilidade disputar uma final depois de muitos anos, e por isso a cidade inflamou. A diretoria fez de tudo, só que do outro lado havia uma equipe mais rodada, com estrutura melhor, já tendo passado por decisões. O investimento do outro lado era muito maior. Foi mérito maior do Palmeiras - disse.

Na época comandada por Sérgio Guedes, a Macaca perdeu por 1 a 0 no Moisés Lucarelli. Depois, em São Paulo, um impiedoso 5 a 0 definiu mais um vice estadual, como em 1981, 1977, 1979 e 1970.

- Agora tem 50% de possibilidade para cada lado. Aposto na Ponte. Depois do que fizeram, aposto muito, pela campanha no decorrer da Sul-Americana, e por Jorginho, que sabe extrair dos jogadores o diferencial para conquistar um título - finalizou.