icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
11/11/2014
16:51

A passagem de Willian pelo Cruzeiro é marcada por uma oscilação notória. O atacante chegou ao clube e logo consolidou a sua condição de xodó. Com gols feitos em partidas decisivas, ele recebeu o carinho da torcida e tornou-se o ‘Bigode Grosso’ por conta do bigode que ostenta desde o ano anterior. Nesta temporada, ele sofreu uma queda de produção e, nas últimas rodadas, retomou o bom futebol.

A volta do jogo natural apareceu há duas semanas, no triunfo sobre o Santos na Copa do Brasil, por 1 a 0, no Mineirão. Depois disso, foram dois jogos e três gols, números que lhe rendem a volta à equipe titular.

– Fico feliz com o momento. É sempre especial fazer os gols, mas fico ainda mais feliz com o momento que o Cruzeiro está passando, na final da Copa do Brasil, líder do Brasileirão. Fico feliz com o momento da equipe, do conjunto, que é merecido. É especial fazer gols. Não concordo quando colocam que Fulano é herói. A gente sabe que os gols são fundamentais, mas eu sempre friso o conjunto, porque o futebol é conjunto, não individual. Que o Cruzeiro possa unir essa família para sair vitorioso – disse.

Embora viva em céu de brigadeiro, a passagem de Willian na Toca da Raposa nem sempre foi recheada de elogios. Recentemente, logo após assinar o novo contrato com o clube, ele viveu um momento de instabilidade, que coincidiu com uma pubalgia.

– A oscilação faz parte da carreira de qualquer atleta, sempre batalhei e pensei que poderia dar a volta por cima, o que poderia fazer mais. Tenho minha autocrítica e fico feliz pelas coisas estarem acontecendo naturalmente. Quem planta coisa boa vai colher coisa boa. Fico feliz por estar acontecendo tudo isso – afirmou o jogador, que completou:

– Uma coisa que aprendi e levo para a minha vida é isso aí. Quando você está num bom momento, a humildade tem que prevalecer, porque hoje você é herói e amanhã não presta. As pessoas reagem assim em qualquer lugar. Eu sempre prego isso. Tenho uma cabeça boa, uma família que me dá um suporte grande e me dedico muito no dia a dia. Nunca achei que fosse o melhor, nunca menosprezei ninguém quando estava vivendo um momento bom.