icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/07/2013
08:01

O Palmeiras teve dois pênaltis a seu favor nas últimas duas partidas. Na vitória (3 a 2) sobre o Figueirense, em Florianópolis (SC), o atacante Leandro chutou fora. Antes, o parceiro Vinicius havia convertido a cobrança no 4 a 1 sobre o ABC, no Pacaembu.

Poucos segundos antes de Vinicius fazer a alegria da torcida, no entanto, as arquibancadas clamaram para que Valdivia efetuasse a batida - o chileno estava fazendo, naquele momento, o segundo jogo consecutivo depois da volta de lesão na coxa direita.

O meia disse ter cumprido uma ordem de Gilson Kleina ao permitir que o atacante arrematasse para o gol e até brinca sobre quem está na frente dele na lista de cobradores de penalidades.

- Vinicius, Leandro, Wesley, Prass (risos)...Tem outros batedores. Pelo o que ouvi que o Kleina falou, vou começar a ser escalado. E no jogo vai de quem tiver mais tranquilidade e confiança. Mas por enquanto eu não estou escalado - disse.

Um pênalti, aliás, foi o auge vivido por Valdivia no Palmeiras nesta sua segunda passagem pelo clube, que começou em 2010. Na final da Copa do Brasil do ano passado, o camisa 10 usou este lance para abrir o caminho do título para o Verdão.

- É que o Barcos não estava (por crise de apendicite) e os outros pipocaram (risos). Não, não, é mentira. Estou brincando (risos).

Com o gol de Valdivia, o Palmeiras venceu a primeira partida da decisão diante do Coritiba por 2 a 0, na Arena Barueri, em que o meia acabou expulso. A taça veio com um empate em 1 a 1 no Couto Pereira, no confronto de volta.

Fala, Mago! Confira as melhores respostas da coletiva de Valdivia

O Palmeiras teve dois pênaltis a seu favor nas últimas duas partidas. Na vitória (3 a 2) sobre o Figueirense, em Florianópolis (SC), o atacante Leandro chutou fora. Antes, o parceiro Vinicius havia convertido a cobrança no 4 a 1 sobre o ABC, no Pacaembu.

Poucos segundos antes de Vinicius fazer a alegria da torcida, no entanto, as arquibancadas clamaram para que Valdivia efetuasse a batida - o chileno estava fazendo, naquele momento, o segundo jogo consecutivo depois da volta de lesão na coxa direita.

O meia disse ter cumprido uma ordem de Gilson Kleina ao permitir que o atacante arrematasse para o gol e até brinca sobre quem está na frente dele na lista de cobradores de penalidades.

- Vinicius, Leandro, Wesley, Prass (risos)...Tem outros batedores. Pelo o que ouvi que o Kleina falou, vou começar a ser escalado. E no jogo vai de quem tiver mais tranquilidade e confiança. Mas por enquanto eu não estou escalado - disse.

Um pênalti, aliás, foi o auge vivido por Valdivia no Palmeiras nesta sua segunda passagem pelo clube, que começou em 2010. Na final da Copa do Brasil do ano passado, o camisa 10 usou este lance para abrir o caminho do título para o Verdão.

- É que o Barcos não estava (por crise de apendicite) e os outros pipocaram (risos). Não, não, é mentira. Estou brincando (risos).

Com o gol de Valdivia, o Palmeiras venceu a primeira partida da decisão diante do Coritiba por 2 a 0, na Arena Barueri, em que o meia acabou expulso. A taça veio com um empate em 1 a 1 no Couto Pereira, no confronto de volta.

Fala, Mago! Confira as melhores respostas da coletiva de Valdivia