icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
11/07/2013
18:18

Primeiro foi Danilo, depois Douglas e, no último fim de semana, Renato Augusto. A bruxa está solta para quem joga na criação de jogadas do time do Corinthians. Titular da posição neste domingo, contra o Atlético-MG, no Pacaembu, Ibson espera "não ser pego" pelas lesões que atrapalharam os seus companheiros.

- É verdade. Foi com o Danilo, Douglas e Renato...E até com o Emerson, que pode jogar no meio também. Mas espero que não me machuque e consiga fazer um grande jogo. Os quatro já estão treinando, espero que no próximo jogo possam estar com a gente - disse ele, sobre a decisão do dia 17, contra o São Paulo, pela Recopa Sul-Americana.

No Timão, o jogador já participou de três jogos: do empate sem gols contra a Portuguesa, antes da Copa das Confederações, além das vitórias por 2 a 1 contra o São Paulo, pelo Recopa, e por 2 a 0 contra o Bahia, pelo Brasileirão. Diante do Galo, será titular pela primeira vez.

Ibson rasga elogios a Tite e ao elenco corintiano

- Tenho entrado. Contra a Portuguesa, na minha estreia, pude jogar por 45 minutos. Eu estou tendo oportunidades e estou feliz por isso. Espero que possa ter essa oportunidade no domingo - disse ele, antes de admitir:

- Não me lembro quando atuei por mais de 45 minutos...

Ainda pelo Flamengo, o último jogo como titular do jogador foi no empate sem gols contra o Boavista, pelo Campeonato Carioca, em março. O jogo marcou a estreia do técnico Jorginho, responsável por suas saída da Gávea. Já o último gol foi no empate por 1 a 1 contra o Madureira, de voleio, na mesma competição, em janeiro. Ao contrário de Alexandre Pato, porém, ele não tem nenhuma comemoração preparada para o fim do jejum:

- Não tenho nada pensado. Se surgir gol, na hora vem as coisas na cabeça e a comemoração sai - garantiu.


Primeiro foi Danilo, depois Douglas e, no último fim de semana, Renato Augusto. A bruxa está solta para quem joga na criação de jogadas do time do Corinthians. Titular da posição neste domingo, contra o Atlético-MG, no Pacaembu, Ibson espera "não ser pego" pelas lesões que atrapalharam os seus companheiros.

- É verdade. Foi com o Danilo, Douglas e Renato...E até com o Emerson, que pode jogar no meio também. Mas espero que não me machuque e consiga fazer um grande jogo. Os quatro já estão treinando, espero que no próximo jogo possam estar com a gente - disse ele, sobre a decisão do dia 17, contra o São Paulo, pela Recopa Sul-Americana.

No Timão, o jogador já participou de três jogos: do empate sem gols contra a Portuguesa, antes da Copa das Confederações, além das vitórias por 2 a 1 contra o São Paulo, pelo Recopa, e por 2 a 0 contra o Bahia, pelo Brasileirão. Diante do Galo, será titular pela primeira vez.

Ibson rasga elogios a Tite e ao elenco corintiano

- Tenho entrado. Contra a Portuguesa, na minha estreia, pude jogar por 45 minutos. Eu estou tendo oportunidades e estou feliz por isso. Espero que possa ter essa oportunidade no domingo - disse ele, antes de admitir:

- Não me lembro quando atuei por mais de 45 minutos...

Ainda pelo Flamengo, o último jogo como titular do jogador foi no empate sem gols contra o Boavista, pelo Campeonato Carioca, em março. O jogo marcou a estreia do técnico Jorginho, responsável por suas saída da Gávea. Já o último gol foi no empate por 1 a 1 contra o Madureira, de voleio, na mesma competição, em janeiro. Ao contrário de Alexandre Pato, porém, ele não tem nenhuma comemoração preparada para o fim do jejum:

- Não tenho nada pensado. Se surgir gol, na hora vem as coisas na cabeça e a comemoração sai - garantiu.