icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
10/07/2013
11:04

A Uefa divulgou um informe, elaborado pelo seu Sistema de Detecção de Fraudes em Apostas, que o jogo entre Racing Santander e Hércules, disputado no último dia 8 de junho, pela última rodada da Segunda Divisão Espanhola, foi armado. A partida terminou em 3 a 0 para o time de Santander. A informação foi publicada nesta quarta-feira pelo diário espanhol "El Mundo".

Segundo a Uefa, foram registradas apostas suspeitas nos dias prévios ao duelo.

- Os dois times estão implicados na manipulação do resultado da partida. Houve atividade de apostas incrivelmente suspeitas, antes do jogo, para que o Hércules perdesse por um resultado mínimo de dois gols - lê-se no relatório.

O relato segue detalhando que a empresa de apostas Betfair detectou níveis chamativos de apostas, que prognosticavam que o Hércules terminaria o primeiro tempo vencendo, porém que terminaria perdendo a partida.

Segundo o "El Mundo" só a má sorte impediu que ao intervalo o Hércules chegasse com vantagem no placar. Quatro tentativas da equipe bateram literalmente na trave. Outro dado curioso é que o Racing, embora lutasse contra o rebaixamento, estivesse jogando com uma apatia desconcertante no primeiro tempo.

- Tudo indica que se combinou a derrota do Hércules, e que o Racing tinha a intenção de ir ao vestiário perdendo para aumentar o ganho com as apostas - indica a Uefa, que também investiga o outro jogo do Hércules, contra o Múrcia.

O duelo entre Hércules e Múrcia foi retirado das listas das casas de apostas europeias devido a um derrame de dinheiro em uma vitória do Múrcia. Outros jogos da Segundona Espanhola também foram retirados de programa, como Recreativo e Huesca, e Xerez e Hércules.

A Uefa divulgou um informe, elaborado pelo seu Sistema de Detecção de Fraudes em Apostas, que o jogo entre Racing Santander e Hércules, disputado no último dia 8 de junho, pela última rodada da Segunda Divisão Espanhola, foi armado. A partida terminou em 3 a 0 para o time de Santander. A informação foi publicada nesta quarta-feira pelo diário espanhol "El Mundo".

Segundo a Uefa, foram registradas apostas suspeitas nos dias prévios ao duelo.

- Os dois times estão implicados na manipulação do resultado da partida. Houve atividade de apostas incrivelmente suspeitas, antes do jogo, para que o Hércules perdesse por um resultado mínimo de dois gols - lê-se no relatório.

O relato segue detalhando que a empresa de apostas Betfair detectou níveis chamativos de apostas, que prognosticavam que o Hércules terminaria o primeiro tempo vencendo, porém que terminaria perdendo a partida.

Segundo o "El Mundo" só a má sorte impediu que ao intervalo o Hércules chegasse com vantagem no placar. Quatro tentativas da equipe bateram literalmente na trave. Outro dado curioso é que o Racing, embora lutasse contra o rebaixamento, estivesse jogando com uma apatia desconcertante no primeiro tempo.

- Tudo indica que se combinou a derrota do Hércules, e que o Racing tinha a intenção de ir ao vestiário perdendo para aumentar o ganho com as apostas - indica a Uefa, que também investiga o outro jogo do Hércules, contra o Múrcia.

O duelo entre Hércules e Múrcia foi retirado das listas das casas de apostas europeias devido a um derrame de dinheiro em uma vitória do Múrcia. Outros jogos da Segundona Espanhola também foram retirados de programa, como Recreativo e Huesca, e Xerez e Hércules.