icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
24/03/2014
08:46

O terceiro episódio do The Ultimate Fighter Brasil 3 começou com o desenrolar do impasse criado por Wanderlei Silva na última semana. Depois de dizer que só gravaria o programa se Chael Sonnen pedisse desculpas para o povo brasileiro pelas ofensas feitas, o Cachorro Louco acabou voltando atrás e dando continuidade ao reality show do UFC.

Após a escolha dos times, Sonnen provocou Wand pedindo para ele não chamar o programa de "TUF" devido a confusão que o curitibano estava causando logo no começo da temporada. 

- Não chame isso de TUF, chame de "show do Wanderlei" ou do que você quiser, seu idiota - disparou o americano.

Como resposta, Wanderlei foi pra cima de Chael e o empurrou. O falastrão preferiu se conter e continuar usando apenas as palavras para atacar o brasileiro, que após o ato soltou alguns palavrões enquanto andava em direção ao vestiário.

OS TIMES
Time Sonnen: Médios - Marcio "Lyoto", Joilton Peregrino, Warlley Andrade e Guilherme Bomba; Pesados - Vitor Miranda, Marcos Pezão, Edgar "Magrão" e Cabo Job.

Time Wanderlei: Médios - Ricardo Demente, Paulo Borrachinha, Wagnão Silva e Ismael Marmota; Pesados - Antonio "Cara de Sapato", Jollyson Francisco, Rick Monstro e Antonio Paulo Branjão

O episódio ainda contou com a primeira etapa do concurso "Musa do TUF". Dezesseis modelos desfilaram para os atletas confinados no reality show e mostraram seus atributos. Durante um churrasco junto as modelos, os lutadores deram notas que elegeram as oito melhores que continuarão na disputa para atuarem como ring girl durante a temporada. A primeira escolhida foi a paulista Rafaela Machado, de 23 anos.

Time Wanderlei vence a primeira
Após uma rápida conversa via teleconferência com o presidente do UFC Dana White, Wanderlei e Sonnen tiraram o "cara ou coroa" e o brasileiro venceu. Com o direito de escolha da luta, Wand casou o combate entre Wagnão Silva e Joilton Peregrino. Foi aí que Hortência e Isabel, assistentes técnicas dos treinadores do programa, entraram em cena sem gerar polêmica pela primeira vez. As ex-atletas conversaram com seus respectivos lutadores e passaram palavras de motivação aos lutadores antes de seus combates.

O confronto entre Peregrino e Wagnão foi muito movimentado. Depois de um primeiro round dominado por Peregrino, Wagnão se recuperou no segundo e, mesmo com um corte profundo na testa, soube reverter a situação e se sair melhor. Como o duelo estava empatado ao fim do segundo round, um terceiro foi disputado. Apesar das tentativas de Joilton na trocação, Wagnão soube travar a luta e se manter perigoso contra o adversário, o que lhe rendeu o triunfo na decisão dividida.

Após a luta, o membro do Time Sonnen saiu do octógono aos prantos e sendo apoiado por membros de sua equipe. O programa chega ao fim com Hortência dando seu primeiro depoimento pós-luta e chorando com o resultado negativo de seu time.

- Foi difícil, pois já criei uma relação de emoção com os meninos. Fico triste por ele - declarou a ex-jogadora de basquete, com lágrimas nos olhos.