icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
26/11/2013
21:44

O futebol é comparado à religião para muitos. A devoção de alguns torcedores é semelhante a uma relação de fé. E em alguns momentos, as duas coisas realmente se unem. A exemplo do que ocorreu em 2009, o presidente da CEDAE, Wagner Victer, está organizando uma missa na próxima sexta-feira, na Igreja Nossa Senhora do Parto (Rua Rodrigo Silva, 07 – Centro – esquina com a Rua São José), às 13h30, para tentar salvar o Fluminense da ameaça de rebaixamento para segunda divisão do Campeonato Brasileiro.

Cabe lembrar que no ano de 2009, o Fluminense conseguiu fugir do rebaixamento em uma recuperação histórica que foi comparada a um autêntico milagre, uma vez que a equipe chegou a 98% de chances de rebaixamento num determinado momento. Na ocasião, a missa foi realizada aos pés do Cristo Redentor com as presenças de padres tricolores como Omar e Jorjão, que novamente estarão presentes no ato. Já em 2010, a mesma cerimônia ocorreu para celebrar o titulo brasileiro.

E MAIS:
> Vaivém: Os brasileiros em baixa no exterior que podem voltar
> Após atuação irreconhecível, Flu liga sinal de alerta nas Laranjeiras
> Reservas do Flu disputam coletivo e titulares ficam na academia
> Cavalieri corta o dedo, mas deve ser confirmado contra o Atlético-MG

O Flu é um clube com grande tradição religiosa. Até hoje, nos momentos de aflição ou comemoração, os torcedores entoam a canção "A benção João de Deus". para pedir que o Papa João Paulo II interceda no destino da equipe.