icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
24/02/2015
23:20

O Estádio Cilindro de Avellaneda teve uma noite de gala. A torcida do Racing compareceu e presenciou a vitória do time, por 4 a 1, sobre o Guarani-PAR, pela segunda rodada da fase de grupos da Libertadores. Gustavo Bou foi o nome do jogo. O atacante marcou três vezes e levou a equipe de Buenos Aires à ponta do Grupo 8, com seis pontos em duas rodadas. Já os paraguaios seguem com um ponto no torneio

Apesar do placar elástico, a partida começou bem equilibrada. Nos dez primeiros minutos, a agremiação paraguaia pressionou os mandantes. No entanto, aos poucos, o time de Milito tomou as rédeas do confronto. Arriscando muitos chutes de fora até os 15 do primeiro tempo, o Racing finalizou algumas vezes com perigo.

Aos 21, Camacho bateu cruzado, mas a bola se perdeu pela linha de fundo. Aos 30, Camacho, novamente, rolou e Milito, livre, completou por cima do gol. O tento estava amadurecendo. Dois minutos antes do fim da primeira etapa, Bou, o nome do jogo, arriscou de fora da área. A bola saiu mascada, mas o goleiro Aguilar aceitou.

O gol animou o time de Avellaneda. Logo no terceiro minuto da etapa complementar, Camacho tocou e Milito ampliou. Entretanto, após bela jogada tramada, o Guarani diminuiu. Santander bateu de dentro da área e venceu o goleiro argentino. O ímpeto paraguaio parou por aí. Após lançamento para Fernandez, a zaga do El Cacique falhou e Bou mandou mais uma para as redes. No fim, o incansável Camacho acionou Bou, que marcou seu sexto gol na Libertadores e isolou na liderança da artilharia.