icons.title signature.placeholder Gabriel Cassar
25/02/2015
16:31

Aos 36 anos, a jogadora de vôlei de praia Kerry Walsh mostra que, mesmo já tendo conquistado três medalhas de ouro em Jogos Olímpicos, ainda possui muita vontade e motivação para continuar sua carreira. Na coletiva de abertura do evento 'Melhores do Mundo - Brasil x EUA', que começará nesta quinta-feira, a atleta falou sobre a longevidade de sua carreira e as razões para querer continuar atuando.

- Eu amo o que faço, com todo o meu coração. Adoro vôlei e adoro competir, ainda mais se for com os melhores. Acho que as pessoas que me rodeiam me inspiram, me fazem trabalhar duro, o que me deixa com uma vontade ainda maior de melhorar, de evoluir... Sinto que ainda não alcancei tudo que podia no esporte.

Apesar da modéstia, fica difícil não se impressionar com o vasto currículo da norte-americana: além das 3 medalhas de ouro em Olimpíadas (2004, 2008 e 2012), Walsh tem 3 títulos mundiais (2003, 2005 e 2007) e uma medalha de prata (2011) no circuito. Ao lado de April Ross, sua nova parceira desde o rompimento com Misty May em 2013, a jogadora tentará uma conquista inédita na carreira, já que, em 2009, Juliana e Larrisa foram as campeãs do torneio feminino do 'Melhores', realizado na cidade de Phoenix, nos Estados Unidos.

De 2009 a 2013, Walsh engravidou três vezes, dando à luz aos filhos Joseph, Sundance e Scout, respectivamente. O fato de ser mãe não alterou o nível de seu voleibol, tendo sido campeã olímpica em Londres (2012) ainda grávida de seu terceiro filho (Scout estava com 5 semanas de vida). Perguntada se gostaria de adicionar mais um membro à sua família, a jogador não titubeou e mostrou que, além de uma grande vencedora, é também uma grande mãe;

- Ter mais um filho? Sim, isso seria meu sonho! Meu foco agora é no de número 4 (risos). Eu amo meus filhos e amo meus recordes. Tenho um marido que me dá força o tempo todo, uma família e uma equipe que me apoiam. Tudo isso é muito incentivador para mim. Sou meio "maluca" mesmo - divertiu-se Walsh, que estreia na competição nesta quinta-feira, às 17h30, diante das brasileiras Maria Clara e Carol.