icons.title signature.placeholder Daniel Bortoletto, Igor Siqueira e Thiago Correia
18/06/2014
13:16

O lado de fora do Maracanã está colorido de vermelho, porque a presença de torcedores de Espanha e Chile já é grande no lado de fora do estádio, que receberá a partida desta quarta-feira, pela segunda rodada do Grupo B da Copa do Mundo.

Os chilenos são maioria e mostram muita animação e bom humor. Afinal, eles têm a chance de eliminar do Mundial, em caso de vitória, a atual campeã do mundo.

Eles cantam, pulam, gritam, bebem e, claro, provocam os torcedores do país pelo qual foram colonizados.

- Quem não pula é maricas ou espanhol - diz a letra de uma das músicas.

Os espanhóis são mais tímidos. Estão em menor número e a fase da seleção não os deixa tirar muita onda, já que a estreia foi com uma humilhante derrota para a Holanda, por 5 a 1.

Apesar da animação, o movimento é menor do que na primeira partida realizada no Maracanã, entre Argentina e Bósnia, pois diversos argentinos, mesmo sem ingresso, foram para o entorno do estádio.

O apito inicial para o confronto entre Espanha e Chile está marcado para as 16h.


Tem até sósia do deputado Tiririca no entorno do Maracanã (Foto: Igor Siqueira)