icons.title signature.placeholder Lucas Bachião
06/11/2014
08:00

Perto de voltar à elite do Brasileirão em 2015, a Ponte Preta terá reforço extra para o duelo decisivo deste sábado, contra o Bragantino, fora de casa, pela 34ª rodada da Série B: a torcida. O time de Campinas só precisa de uma vitória para confirmar o retorno à Primeira Divisão, já que o quinto lugar, o Avaí, tem 53 pontos e só poderá atingir 65 pontos, dois a menos do que a Macaca somará em caso de vitória.

Na última segunda-feira, a diretoria do Braga cedeu à pressão e chegou a um acordo com a Macaca, visando atrair mais público no confronto deste fim de semana. Os dirigentes do Massa Bruta disponibilizaram cinco mil entradas para os visitantes adquirirem os bilhetes para o provável jogo do acesso. Além dos ingressos, a torcida da Ponte terá dez ônibus de graça para ir ao Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista.

O clube campineiro começou a vender o ingresso na terça-feira. Segundo a assessoria de imprensa, até a noite da última quarta-feira haviam sido vendidos mais de dois mil ingressos e oito ônibus já estão lotados. A venda acontece no Moisés Lucarelli e a expectativa é que nesta sexta-feira todos os ingressos estejam esgotados.

Outras invasões

Esta não será a primeira invasão dos torcedores pontepretanos. Quando a Ponte chegou à semifinal da Sul-Americana de 2013, ao bater o São Paulo, a torcida demonstrou o apoio incondicional ao time e se locomovou até Mogi Mirim.

Além disso, os torcedores lotaram o Pacaembu e mais de 28 mil pessoas foram até a capital paulista, no primeiro jogo da decisão ante o Lanús, da Argentina. Neste ano, a nova ocupação foi do Canindé, no jogo contra a Lusa, pela 30ª rodada da Segundona.