icons.title signature.placeholder RADAR / LANCEPRESS!
07/02/2015
19:06

Foi com uma boa dose de sufoco, cercado de apreensão e com direito a calafrios. Mas, na tarde deste sábado, no Beira-Rio, finalmente o Internacional conseguiu sua primeira vitória no Gauchão. Distante de ter uma atuação de encher os olhos, a equipe reserva do Colorado bateu o Novo Hamburgo por 1 a 0 - com gol de pênalti convertido com Alex.

Com o triunfo, o Inter chega a cinco pontos em três jogos. A equipe volta a campo na próxima quarta-feira, diante do Cruzeiro-RS, às 22h, no Vieirão.

NOIA ABUSA DE PERDER GOLS, MAS INTER É QUEM MARCA

Levando uma equipe completamente reserva a campo, o Internacional penou nos primeiros minutos. Com dificuldades para criar jogadas, o time da casa viu o Novo Hamburgo pressionar com intensidade, e levar constante perigo à meta de Muriel.

A primeira veio logo aos quatro minutos. Leandrão foi lançado e mandou por cima do gol. Em seguida, Thiago Humberto, livre, cabeceou por cima do gol. Jonas, com finalização rasteira, e Magrão, em cabeçada, também levaram calafrios aos colorados. Porém, o bom ritmo ditado pela dupla Paulinho e Jonas se esvaiu após o tempo técnico.

Aos poucos, o Inter, sob regência de Alex, encontrou seus espaços. Primeiro, Alan Costa desperdiçou cabeçada debaixo da trave. Luque e Rafael Moura desperdiçaram jogadas. E, na reta final, Rafael Moura foi derrubado por Fred dentro da área. Coube a Alex converter o pênalti aos 43 e fazer a equipe de Diego Aguirre ir para o intervalo aliviada.

EQUILÍBRIO E EMOÇÃO ATÉ O ÚLTIMO MINUTO

Empolgado pelo gol, o Inter voltou do intervalo mais incisivo, apostando em Alex e Luque. Porém, o Novo Hamburgo seguiu pressionando e, aos quatro minutos, os jogadores pediram pênalti em finalização de Márcio que bateu involuntariamente no braço de Alan Costa.

Disposto a fazer o Colorado definir a partida, o técnico Diego Aguirre promoveu as entradas de Vitinho e Nilmar nos lugares de Luque e Rafael Moura, respectivamente. A equipe ganhou em velocidade, mas continuou a pecar nas finalizações. Vitinho chutou cruzado e Rafael defendeu.

Já Nilmar perdeu chance de concluir após falta cobrada por Alex. Além disto, por duas vezes, o camisa 7 abusou do preciosismo ao finalizar. Percebendo a chance de um empate heroico, o Noia seguiu na frente. Dê, William e o veterano Luiz Mário desperdiçaram conclusões diante de Muriel. Na reta final, até mesmo o goleiro Rafael foi à área rival tentar conclusão. Mas, desta vez, com uma dose de sufoco, o Inter finalmente conseguiu sua primeira vitória no Gauchão.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 1x0 NOVO HAMBURGO

Local: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)

Renda e público: R$ 259.325,00 / 10.352 pagantes (12.418 presentes)

Árbitro: Luís Teixeira Rocha (RS)

Assistentes: Lúcio Flor (RS) e Elio Nepomuceno (RS)

Cartões amarelos: Bertotto, Alan Ruschel, Luque, Vitinho (INT), Luan, Magrão (NHA)

Gol: Alex, 43,1ºT (1-0)

INTERNACIONAL: Muriel; Léo, Alan Costa, Réver e Alan Ruschel; Rodrigo Dourado, Bertotto, Valdívia (Alisson Farias, 39/2ºT), Luque (Vitinho, 11/2ºT) e Alex; Rafael Moura (Nilmar, 12/2ºT). Técnico: Diego Aguirre

NOVO HAMBURGO: Rafael; Luan (Lucas Crispim, 12/2ºT), Fred, Bolívar e Paulinho; Dê, Magrão, Thiago Humberto (Luiz Mário, 32/2ºT) e Jonas (Marcio, intervalo); Willian e Leandrão. Técnico: Roger Machado

Outros jogos

Sábado - 7/2

Passo Fundo 1x1 Caxias

Veranópolis 0x1 Ypiranga

Domingo - 8/2

17h

Avenida x Grêmio

União Frederiquense x São José

18h

Aimoré x Lajeadense

19h30

Juventude x Cruzeiro-RS

20h30

Brasil-P x São Paulo-RS