icons.title signature.placeholder Rodrigo Vessoni
08/11/2014
08:06

A diretoria do Corinthians não está conseguindo diminuir os valores dos ingressos do seu próprio estádio. Os responsáveis do clube na Arena em Itaquera chegaram à conclusão de que os setores mais caros – Leste Superior (R$ 150), Oeste (R$ 200) e VIP (R$ 350) –, não terão retorno do público na maioria dos jogos, mas alegam que não conseguem autorização da Odebrecht e da Caixa Econômica Federal para diminuir os valores. O LANCE!Net apurou que a explicação para isso está no fato de o Alvinegro estar de mãos atadas diante dos dois parceiros.

A construtora é sócia majoritária da Arena FII, fundo de investimento imobiliário criado para administrar o estádio até que ele seja quitado pelo Timão, também integrante do fundo. O banco, por sua vez, foi responsável pela operação financeira que viabilizou o negócio. Apesar de não fazer parte do fundo, o contrato obriga que a instituição financeira seja consultada em todas decisões, afinal, foi quem possibilitou que o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) liberasse o empréstimo de R$ 400 milhões pouco antes da Copa.

A pressão dos torcedores pela redução dos valores continua sobre os dirigentes corintianos. Andrés Sanchez, gestor do clube na arena, foi alvo de manifestações. O clube não responde pois nem sequer pagou a primeira parcela, de R$ 100 milhões, que vencerá em junho de 2015.

– A gente não pode perder a característica história de ser “o time do povo”. Em jogos de pequeno e médio portes, o preço tende a ficar mais baixo. Mas o Corinthians não decide isso unilateralmente, precisamos do aval da Odebrecht e da Caixa – disse o gerente de marketing do Corinthians, Alexandre Ferreira, em maio, após a inauguração.

Procurada pelo L!Net, a Odebrecht informou que “não tem influência nesse assunto” e que “o Corinthians é o operador exclusivo da Arena, sendo que as vendas de propriedades e ingressos são regrados pelo contrato de comercialização firmado entre o Clube e Fundo Imobiliário”. A Caixa afirmou que “não tem relação com o assunto em referência”.

PREÇOS NOS DOIS ESTÁDIOS*:

ARQUIBANCADA/TOBOGÃ/SETORES NORTE E SUL:
Pacaembu - R$ 40
Arena (no início) - R$ 50
Arena (atualmente) - R$ 50

CADEIRA LARANJA/LESTE SUPERIOR:
Pacaembu - R$ 70
Arena (no início) - R$ 180
Arena (atualmente) - R$ 150

LESTE INFERIOR:
Pacaembu - não existia
Arena (no início) - R$ 80
Arena (atualmente) - R$ 80

NUMERADA/OESTE:
Pacaembu - R$ 100
Arena (no início) - R$ 250
Arena (atualmente) - R$ 200

VIP/OESTE VIP:
Pacaembu - R$ 180
Arena (no início) - R$ 400
Arena (atualmente) - R$ 350

*Todos os setores, nos dois estádios, há desconto aos sócios-torcedores