icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
09/11/2013
19:51

Corinthians e Fluminense conquistaram as últimas três edições do Brasileirão de forma incontestável. No entanto, a hegemonia dos dois clubes acabou, e 2013 tem sido uma temporada difícil para ambos. Neste domingo, às 19h30, na Arena Fonte Luminosa, em Araraquara, as duas equipes se enfrentam para tentarem respirar aliviadas na briga contra o rebaixamento e por tranqüilidade.

Campeão nacional em 2011, temporada anterior à sua consagração continental e mundial, o Corinthians vive situação menos turbulenta que o Fluminense. O time do técnico Tite está em 12° lugar, com chances matemáticas mínimas de atingir vaga na Libertadores, mas com confortável vantagem de seis pontos para cima do Vasco, que abre a zona de rebaixamento com 36.

- Esse jogo vai ter caráter decisivo. Nós pelos nossos motivos, eles pelos deles. Eu quero que minha equipe mantenha desempenho que vem apresentando, mas transforme isso em resultado de vitória. O Fluminense venceu dois dos últimos três Brasileiros, viu quanto o de 2013 está difícil e também está em situação difícil de precisar pontos. É o panorama de um grande jogo – prevê Tite.

Durante a semana que antecedeu o confronto que mudou de lugar por conta da perda de mais um mando de campo, o treinador deu especial atenção às finalizações, já que o Corinthians é o time que tem o segundo pior ataque do Brasileirão (só supera o rebaixado Náutico), e também é o que mais empatou – 15 vezes – e vem de dois resultados iguais consecutivos.

Para reagir, Tite mandará a campo contra o Fluminense o mesmo time que ficou no 1 a 1 com o Vitória, domingo passado. Os desfalques por lesão são Cássio e Guerrero, que retornam apenas em 2014, e o lateral-esquerdo Fábio Santos, que se recupera de dores no púbis e precisará de mais uma semana de preparação. Enquanto isso, Alessandro segue desempenhando a função de maneira improvisada.

Já no Fluminense, a situação é mais delicada. A equipe de Vanderlei Luxemburgo soma os mesmos 36 pontos do Vasco, e está fora da zona de rebaixamento apenas por conta dos critérios de desempate. Para deixar o grupo concentrado na fuga das últimas posições, o treinador adotou o refúgio da cidade de Atibaia, no interior de São Paulo, onde os jogadores estão desde o início da semana pensando apenas em encerrar o jejum de oito jogos sem vencer.

- Pressão não me incomoda. O que estamos tentando fazer é buscar o máximo de cada jogador para tirar o Fluminense dessa situação. Eu trocaria todos os títulos que já conquistei para manter o clube na Série A. Se conseguir, vou comemorar demais, vai ser o melhor título da minha carreira. E preciso voltar a dizer que não vou sair, só se me mandarem embora. Vou até o final com o Flu – explica Luxemburgo.

A tendência é que o treinador faça algumas mudanças em relação ao time que encarou o Flamengo. Felipe e Wágner brigam pela vaga de armador. Na lateral esquerda, o volante Rafinha ou o lateral-direito Igor Julião devem ser improvisados. Outra mudança pode acontecer na direita, já que Bruno foi poupado do treino desta terça e na quarta deu apenas algumas voltas em torno do gramado, podendo ser desfalque para o jogo de domingo. Com isso, Wellington Silva (que voltou a treinar normalmente em Atibaia) e Igor Julião disputam a vaga de titular.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS x FLUMINENSE

Local: estádio Arena Fonte Luminosa, em Araraquara (SP)
Data/Horário: 10/11/13, às 19h30 (de Brasília)
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)
Assistentes: Cristhian Passos Sorence (GO) e Cleriston Clay Barreto Rios (Asp-Fifa-SE)

CORINTHIANS: Walter; Edenilson, Gil, Paulo André e Alessandro; Ralf e Guilherme; Romarinho, Douglas e Emerson Sheik; Renato Augusto – Técnico: Tite.

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Bruno (Wellington Silva), Gum, Leandro Euzébio e Rafinha (Igor Julião); Edinho, Diguinho. Jean e Felipe; Biro Biro e Rafael Sobis – Técnico: Vanderlei Luxemburgo.