icons.title signature.placeholder Ivo Felipe
icons.title signature.placeholder Ivo Felipe
31/07/2013
07:11

O Brasil terminou com 100% de aproveitamento as eliminatórias do quarto dia da natação no Mundial de Esportes Aquáticos de Barcelona. Em todas as provas, houve pelo menos um representante. No caso dos 200m medley, que encerraram o programa da manhã, foram dois nadadores verde e amarelos que foram para a próxima fase: Thiago Pereira e Henrique Rodrigues.

Atual medalhista de prata olímpico dos 400m medley, Thiago Pereira classificou-se com o sexto melhor tempo. Nadando na bateria mais forte, ao lado do americano Ryan Lochte, ele liderou a prova em grande parte do tempo. No último nado - o livre -, ele soltou e poupou-se para a fase semifinal, que aquela altura já estava garantida.

Ele completou a prova em 1m58s54 - quase 3 segundos acima do seu melhor tempo da carreira, que é de 1m55s55. Ryan Lochte terminou um pouco à frente, com 1m58s46. O americano ficou com o quinto melhor tempo das eliminatórias.

- Foi tudo novo para mim, mas fiquei bem satisfeito. Com o tempo, o resultado, a maneira que eu nadei. A sensibilidade dentro da água. Agora é conversar com o Albertinho e ver o que eu posso fazer à tarde - disse Thiago após a prova.

Já Henrique Rodrigues também teve um bom desempenho, a despeito de ter ficado em terceiro lugar em sua bateria classificatória. Ele percorreu os 200m em 1m58s73, e ficou com a sétima colocação.

O líder das eliminatórias dos 200m medley foi o húngaro Laszlo Cseh. Ele concluiu a prova em 1m57s70, e largará na raia 4 em sua bateria semifinal.

O Brasil terminou com 100% de aproveitamento as eliminatórias do quarto dia da natação no Mundial de Esportes Aquáticos de Barcelona. Em todas as provas, houve pelo menos um representante. No caso dos 200m medley, que encerraram o programa da manhã, foram dois nadadores verde e amarelos que foram para a próxima fase: Thiago Pereira e Henrique Rodrigues.

Atual medalhista de prata olímpico dos 400m medley, Thiago Pereira classificou-se com o sexto melhor tempo. Nadando na bateria mais forte, ao lado do americano Ryan Lochte, ele liderou a prova em grande parte do tempo. No último nado - o livre -, ele soltou e poupou-se para a fase semifinal, que aquela altura já estava garantida.

Ele completou a prova em 1m58s54 - quase 3 segundos acima do seu melhor tempo da carreira, que é de 1m55s55. Ryan Lochte terminou um pouco à frente, com 1m58s46. O americano ficou com o quinto melhor tempo das eliminatórias.

- Foi tudo novo para mim, mas fiquei bem satisfeito. Com o tempo, o resultado, a maneira que eu nadei. A sensibilidade dentro da água. Agora é conversar com o Albertinho e ver o que eu posso fazer à tarde - disse Thiago após a prova.

Já Henrique Rodrigues também teve um bom desempenho, a despeito de ter ficado em terceiro lugar em sua bateria classificatória. Ele percorreu os 200m em 1m58s73, e ficou com a sétima colocação.

O líder das eliminatórias dos 200m medley foi o húngaro Laszlo Cseh. Ele concluiu a prova em 1m57s70, e largará na raia 4 em sua bateria semifinal.