icons.title signature.placeholder Felipe Domingues
11/02/2015
16:13

O tenista italiano Fabio Fognini (26º) é o melhor de seu país no Circuito da ATP. Talentoso, já alcançou a 13ª posição no ranking e, recentemente, conquistou o Aberto da Austrália nas duplas. Porém, não é somente por isso que o jogador de 27 anos é conhecido.

Polêmico, Fognini já se envolveu em uma série de discussões em quadra, até mesmo no Aberto do Brasil, onde disputa nesta quinta-feira as oitavas de final, contra o argentino Diego Schwartzman. Aqui, ele já xingou um juiz, enquanto em outros torneios, já fez gestos obscenos para a torcida, chamou um árbitro para a briga e quebrou várias raquetes.

- Estou seguindo um trabalho diferente, com um psicólogo. Tive reações ruins já. Mas estamos na metade de fevereiro e não tomei multas, não quebrei raquetes, nada (risos). Estou trabalhando e isso não está mais afetando meu tênis. No ano passado resolvi mudar e estou fazendo - comentou o tenista.

Reafirmando sua fama de "bad boy", Fognini tem um anão da Branca de Neve tatuado em sua perna. Qual deles? O Zangado, é claro.

- É um "brontolo" (amuado, rabugento, em italiano), como dizemos na Itália . Na verdade, quando estou bem cansado comigo mesmo, um pouco triste, fico assim. Mas sou relaxado fora de quadra. Gosto de boas companhias e me divertir - disse.

Mas nem só de tênis vive Fabio Fognini. Seu esporte favorito, por sinal, é o futebol. Questionado sobre qual seria seu time, ele emendou um sonoro: "Internazionale di Milano". Agora, na hora de mencionar seus ídolos, ele não fugiu do estilo "polêmico".

- (Marco) Materazzi e o (Ivan) Zamorano. São bad-boys! (risos)Sim, um pouco, um pouco (coincidência). Zamorano era um grande lutador, gostava muito dele na época da Inter. Sou um apaixonado pela Internazionale e pelo Genoa. É meu esporte favorito, com certeza - completou.