icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
09/07/2013
19:46

O técnico Claudinei Oliveira assumiu a responsabilidade na partida desta quarta-feira, contra o Crac-GO, pela Copa do Brasil. O comandante disse que o Santos é o favorito para vencer o duelo e usou a Vila Belmiro como fator preponderante. Segundo ele, sempre que jogar em casa, o Peixe precisa ter a responsabilidade de vencer.

– Não é porque é o Crac, foi assim também com o Atlético-MG, mas, para mim, sempre que jogar na Vila Belmiro o Santos é favorito. É a nossa casa, e, no Santos, este fator é preponderante. Sempre temos de entrar com responsabilidade maior – afirmou o treinador.

Claudinei citou o ótimo retrospecto do clube recentemente dentro de casa. O Santos não perde na Vila desde 29 de agosto do ano passado, no jogo em que os torcedores proporcionaram uma chuva de moedas no meia Paulo Henrique Ganso, que voltou ao estádio pelo rival São Paulo. São 21 jogos, com 12 vitórias e nove empates.

O treinador também falou da importância de vencer o primeiro duelo no formato de disputa da Copa do Brasil. Ele usou como exemplo a competição da categoria sub-20, disputada por boa parte dos garotos que subiram este ano ao profissional.

– Chegamos até as oitavas de final, fomos eliminados pelo Bahia, e eles sabem da importância do gol fora e de não sofrer em casa. Acho que o Crac vai jogar no nosso erro, temos de construir o placar aos poucos e o importante é vencer – analisou.

Ainda sem poder contar com o capitão Edu Dracena, que voltará no sábado contra a Portuguesa, Claudinei confirmou a mesma formação que venceu o São Paulo por 2 a 0, no último domingo, no Morumbi.

O técnico Claudinei Oliveira assumiu a responsabilidade na partida desta quarta-feira, contra o Crac-GO, pela Copa do Brasil. O comandante disse que o Santos é o favorito para vencer o duelo e usou a Vila Belmiro como fator preponderante. Segundo ele, sempre que jogar em casa, o Peixe precisa ter a responsabilidade de vencer.

– Não é porque é o Crac, foi assim também com o Atlético-MG, mas, para mim, sempre que jogar na Vila Belmiro o Santos é favorito. É a nossa casa, e, no Santos, este fator é preponderante. Sempre temos de entrar com responsabilidade maior – afirmou o treinador.

Claudinei citou o ótimo retrospecto do clube recentemente dentro de casa. O Santos não perde na Vila desde 29 de agosto do ano passado, no jogo em que os torcedores proporcionaram uma chuva de moedas no meia Paulo Henrique Ganso, que voltou ao estádio pelo rival São Paulo. São 21 jogos, com 12 vitórias e nove empates.

O treinador também falou da importância de vencer o primeiro duelo no formato de disputa da Copa do Brasil. Ele usou como exemplo a competição da categoria sub-20, disputada por boa parte dos garotos que subiram este ano ao profissional.

– Chegamos até as oitavas de final, fomos eliminados pelo Bahia, e eles sabem da importância do gol fora e de não sofrer em casa. Acho que o Crac vai jogar no nosso erro, temos de construir o placar aos poucos e o importante é vencer – analisou.

Ainda sem poder contar com o capitão Edu Dracena, que voltará no sábado contra a Portuguesa, Claudinei confirmou a mesma formação que venceu o São Paulo por 2 a 0, no último domingo, no Morumbi.