icons.title signature.placeholder Michel Castellar
27/06/2014
08:10

Após a eliminação precoce da Copa do Mundo, ainda na primeira fase, o técnico de Portugal, Paulo Bento, assegurou que não fará uma caça às bruxas dentro da seleção. O treinador afirmou que nenhum desmanche será feito e a renovação do elenco ocorrerá naturalmente.

Paulo Bento lembrou que sete jogadores do elenco na Copa do Mundo não disputaram a Eurocopa-2012, realizada na Polônia e Ucrânia. Por isso, ele observou que a renovação do time já está em curso e será algo natural.

- Essa seleção tem mantido uma estabilidade de 2010 para cá. Foi isso que nos fez chegar às semifinais de 2012, chegar aqui em 2014 e não tenho sequer a tentação de ser ingrato para quem deu tanto. Não conseguimos fazer o nosso melhor jogo por diversos fatores, mas não podemos esquecer que sete jogadores que estao aqui, não estavam em 2012 - considerou Bento.

Sobre a possibilidade de uma debandada de jogadores, por causa do fiasco na Copa de 2014, Bento disse estar tranquilo. E evidenciou que permanecer ou não na seleção portuguesa será uma decisão de cada atleta individualmente.


O técnico de Portugal ressaltou que não tem uma lista de dispensa para fazer. Em sua opinião, todos os jogadores se esforçaram e mostraram isso em campo.


- Pelo respeito e gratidão que tenho por todos eles, nunca farei e jamais fecharei as portas da seleção. Se eles vierem ou não, será por uma opção. Nunca será por eu lhes dizer que não podem, independentemente da idade que tenham - frisou Bento.

Aos 31 anos, o zagueiro Pepe, brasileiro naturalizado português, já afirmou que não pensa em sair da seleção. O atleta destacou que tudo o que conseguiu na vida foi dada por Portugal e, por isso, enquanto tiver vontade, vai estar à disposição da equipe.