icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
29/06/2014
20:45

Após 120 minutos mais disputa de pênaltis, os exaustos jogadores da Costa Rica foram dispensados das entrevistas pós-jogo, pelo menos em campo. No lugar deles, o técnico Jorge Luis Pinto, um dos responsáveis pela histórica campanha, que já está nas quartas de final da Copa do Mundo. Ele fez questão de exaltar o time, que jogou por quase uma hora com um a menos, e disse que não quer parar entre os oito melhores do Mundial:

 - Tenho que agradecer ao apoio e a emoção dos torcedores. Quero exaltar também a entrega dos nossos jogadores. Os últimos vinte minutos foram sensacioanis, muita dedicação. Jogar com um menos um é muito difícil. Nós vamos continuar, a gente não vai parar por aqui, queremos continuar ganhando.

Pinto fez questão de elogiar o time da Grécia, principalmente na parte defensiva. Após o gol, a Costa Rica teve chances claras de gol apenas depois da prorrogação. Para o técnico da Costa Rica, os gregos mereceram chegar aonde chegaram.

 - Eles (gregos) têm um bom futebol e defendem muito bem, fizeram um bom jogo e, assim como nós, fizeram história - disse, se referindo ao fato de que a Grécia havia passado de fase pela primeira vez na história dos Mundiais.