icons.title signature.placeholder Michel Castellar
18/06/2014
13:00

Na véspera de poder se classificar para as oitavas de final da Copa do Mundo, na partida contra a Costa do Mafin, o técnico da Colômbia, José Pékerman, afirmou que não há mais seleções imbatíveis. O treinador fez a afirmação ao defender as qualidades de sua equipe em poder superar as dificuldades no jogo de amanhã, no Estádio Nacional de Brasília-Mané Garrincha, pela segunda rodada do Grupo C.

Para Pekerman, é muito difícil que durante os 90 minutos um time consiga lidar com todas as situações de jogo como gostaria. Por isso, nos dias atuais  é necessário que uma equipe aprenda a impor o seu estilo de jogo mas também suporte às investidas adversárias.

- Vimos o Brasil de 70 e a Alemanha, de 74. Essa época de times sempre em alta já foi ultrapassada. Hoje está mais equilibrado. Os favoritos continuam a ter um potencial, que é conhecido, mas custam a ganhar a partida - disse Pékerman sem citar o empate entre a Seleção e o México, na tarde de terça-feira.

Em seguida, o técnico da Colômbia exaltou sua equipe e frisou que as virtudes do grupo poderão ser o diferencial na partida contra a Costa do Marfin. Destacou, ainda, que sempre valorizou o grupo porque os jogadores colombianos conseguiram aprender a suportar os momentos em que o adversário tem a posse de bola.

- Teremos uma partida difícil, contra um adversário experiente. Mas estudamos seus pontos fracos e fortes, assim como acredito que eles fizeram conosco - onsiderou Pékerman, ao realizar o treino de reconhecimento do campo, no Mané Garrincha, no início da tarde de quarta-feira.