icons.title signature.placeholder Igor Siqueira e Thiago Correia
14/06/2014
18:19

O técnico da Argentina, Alejandro Sabella, mudou o esquema da seleção nos últimos treinos, variando do 4-3-3 para o 3-5-2. E em entrevista coletiva neste sábado, véspera da estreia da equipe na Copa do Mundo contra a Bósnia, no Maracanã, o treinador garante que ainda não definiu como vai lançar os seus jogadores.

- Bom, o time ainda não está definido. Desde que começamos os treinos, antes da lista ser definida, tivemos incovenientes com alguns jogadores, como o de Palacio, de modo que agora vamos avaliar até o último momento para ver quais estão nas melhores situações. Nem eu sei ainda quem joga, vou pensar até o último momento - disse Sabella antes do treino leve da Argentina no Maracanã.

O treinador ainda tentou explicar que o fato de jogar com três zagueiros, caso aconteça, não faz o time ser defensivo. E nem o fato de jogar com quatro homens bem avançados faz a equipe ser vulnerável. Sabella falou muito em equilíbrio.

- Eu não sei colocar mais ou menos, pois não defini nada. Às vezes colocamos quatro na frente, eles se perdem entre si, e se perder a bola, já não há espaço. Tudo é relativo, temos que pensar na quantidade, ocupar espaços. Eu penso da seguinte forma, não se poder atacar bem sem defender bem, e o contrário. Se atacar de forma desorganizada, ao perder a bola, vamos ficar mal. Tem que atacar e defender bem - concluiu.

Sabella ainda deixou no ar que tem esperanças de ter o atacante Rodrigo Palacio disponível, mas demonstrou pessimismo e disse que não deve ficar nem no banco de reservas.