icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
03/07/2013
11:00

O ex-jogador do New England Patriots, da NFL (liga de futebol americano), Aaron Hernandez vai ter dificuldades para conseguir se casa com Shayanna Jenkins, sua noiva. Nesta terça-feira, o xerife da prisão de Bristol County, onde Aaron se encontra preso, Thomas Hodgson revelou que não vai facilitar para o ex-atleta.

- Eu não assino embaixo para isso. Eu acredito que esses direitos (casamento) são para as pessoas lá de fora, que são bons cidadãos. Nós vamos fazer de tudo para que isso não aconteça - revelou o xerife ao USA Today.

Na prisão, Aaron Hernandez ainda teve suas tatuagens avaliadas pelos especialistas a fim de atestar se o ex-jogador tem algum envolvimento com gangues. Contudo, nada de suspeito foi encontrado nas imagens imprimidas na pele de Hernandez, que foi dispensado pelo New England Patriots após a prisão.

Hernandez foi preso no último dia 26 de junho por ser suspeito de envolvimento em dois assassinatos. Um dos casos é o da morte de Odin Lloyd, que de acordo com as investigações era namorado da irma de Hernandez.

As duas ocorrências estariam ligadas, já que existem suspeitas de que Lloyd foi morto após descobrir a ligação do ex-atleta na NFL com um outro assassinato, ocorrido em 2012.

O ex-jogador do New England Patriots, da NFL (liga de futebol americano), Aaron Hernandez vai ter dificuldades para conseguir se casa com Shayanna Jenkins, sua noiva. Nesta terça-feira, o xerife da prisão de Bristol County, onde Aaron se encontra preso, Thomas Hodgson revelou que não vai facilitar para o ex-atleta.

- Eu não assino embaixo para isso. Eu acredito que esses direitos (casamento) são para as pessoas lá de fora, que são bons cidadãos. Nós vamos fazer de tudo para que isso não aconteça - revelou o xerife ao USA Today.

Na prisão, Aaron Hernandez ainda teve suas tatuagens avaliadas pelos especialistas a fim de atestar se o ex-jogador tem algum envolvimento com gangues. Contudo, nada de suspeito foi encontrado nas imagens imprimidas na pele de Hernandez, que foi dispensado pelo New England Patriots após a prisão.

Hernandez foi preso no último dia 26 de junho por ser suspeito de envolvimento em dois assassinatos. Um dos casos é o da morte de Odin Lloyd, que de acordo com as investigações era namorado da irma de Hernandez.

As duas ocorrências estariam ligadas, já que existem suspeitas de que Lloyd foi morto após descobrir a ligação do ex-atleta na NFL com um outro assassinato, ocorrido em 2012.