icons.title signature.placeholder Pedro Barboza
23/06/2014
08:19

Desde que subiu aos profissionais, em 2012, o jovem Mattheus nunca conseguiu se firmar entre os titulares, além de sempre carregar o rótulo de ser "o filho de Bebeto". Ainda visto como promessa rubro-negra, o meia de 19 anos foi uma das principais surpresas do time de Ney Franco neste início de treinamentos em Atibaia. Velho conhecido do treinador, dos tempos das categorias de base da Seleção, o jogador garantiu que vem trabalhando de forma redobrada para garantir de vez a confiança do treinador 

Confiante com a oportunidade dada por Ney Franco, Mattheus espera aperfeiçoar algumas carências, para ser sempre lembrado pelo técnico, pois o jovem acredita no próprio potencial.

- Estou feliz, contente. É reconhecimento. Vinha treinando forte, desde o começo do ano. Botei na minha cabeça que faria diferente. Conquistar o que não tinha conseguido. Desde então, tenho treinado forte. E agora tive a oportunidade. É manter a tranquilidade para continuar recebendo chances. Sempre me dediquei nos treinamentos, mas sempre podemos dar algo a mais. Fazer o dobro dos outros. Aperfeiçoar as minhas carências, a parte de marcação. Sei que com a bola no pé tenho qualidade, mas hoje em dia isso não basta - garantiu o meia.

No clube desde 2004, no futsal, e 2006 no futebol de campo, o jogador já ficou perto de deixar a equipe por diversas vezes. Na última temporada, despertou interesse da Juventus (ITA). Entretanto, com o sonho de ajudar o Flamengo, Mattheus acredita que vive o melhor momento da carreira.

- Cresci de maneira absurda desde 2012, o ano da estreia. Tenho reparado nos treinos, parte física e tática. Coloquei na minha cabeça que quero ajudar. Não importa a posição. Estou correndo atrás do meu sonho. Seja como titular ou reserva. É meu melhor momento, com certeza

Desde 2012, quando jogou a primeira partida como profissional, Mattheus vestiu a camisa rubro-negra em 18 jogos. Por sua vez, o meia ainda não marcou um gol sequer. Nesta temporada, o jogador já entrou seis vezes em campo.