icons.title signature.placeholder Bruno Giufrida e Guilherme Amaro
02/11/2013
07:01

No dia 10 de setembro de 2011, o volante Alison fazia sua estreia nos profissionais do Santos, no jogo contra o Cruzeiro, na Vila Belmiro. A lembrança da partida, porém, não é nada boa para o jogador. Ele lesionou o joelho direito aos 28 segundos, após pular para tentar tirar a bola de cabeça e pisar de mau jeito no gramado.

Foram momentos difíceis, com a rotina no departamento médico. No período da recuperação, Alison tinha a companhia de Edu Dracena, também lesionado na época, e aprendeu muito com o capitão. Agora em seu “melhor momento na carreira”, o volante de 20 anos busca se espelhar nos jogadores mais experientes do elenco e deixa o lado motivador, forte característica quando atuava na base.

– Aqui no profissional eu procuro estar sempre atento, vendo o que eles fazem dentro e fora de campo para eu poder fazer igual. Na base eu tinha o dever de ser um líder, e dividia essa responsabilidade com o Pedro Castro, que era o capitão – disse Alison, em entrevista ao LANCE!Net.

A entrevista completa, a superstição do volante antes de cada jogo, o depoimento do zagueiro e capitão Edu Dracena (que estava em tratamento na mesma época), além dos números de Alison no Brasileirão, você confere clicando no banner abaixo do LANCE!Digital.