icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
12/12/2013
17:32

O Superior Tribunal de Justiça de Desportiva (STJD) negou o pedido feito pelo Vasco de impugnação da partida do último domingo, contra o Atlético-PR, válida pela 38ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com isso, não haverá julgamento e a vitória do Furacão por 5 a 1 é mantida, confirmando o rebaixamento do Vasco para Série B.

Em breve contato com a reportagem do LANCE!Net, a advogada do Vasco, Luciana Lopes, confirmou que o pedido do clube foi negado. Mas o clube cruz-maltino ainda possa fazer um pedido de reconsideração.

O Vasco pretendia obter os três pontos da partida na Arena Joinville. O Cruz-Maltino se baseia no artigo 19 do regulamento geral de competições da CBF, que prevê que o jogo só pode ser interrompido por até 60 minutos. Devido a barbárie entre torcedores de Atlético-PR e Vasco, o jogo ficou paralisado por 71 minutos. Caso tivesse sucesso, o Vasco se livraria do rebaixamento e empurraria o Criciúma para a degola.

Na próxima sexta-feira, Vasco e Atlético-PR ainda serão julgados devido a confusão da Arena Joinville. Os dois clubes podem perder até 20 mandos de campo, além de multa de até R$ 100 mil. As Federações Paranaense e Catarinense, além do árbitro Ricardo Marques Ribeiro (MG), também serão julgadas. O L!Net transmite o julgamento em tempo real.

LEIA MAIS:
> Ouça o desespero do repórter durante conflito na Arena Joinville
> Diretor do Flamengo garante: 'André Santos tinha condições de jogo'
> Advogado do Flu: 'O caso é simples e a Portuguesa deve ser punida'
> Advogado nega que tenha passado punição errada à Portuguesa