icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
03/12/2013
16:18

Não foi nesta terça-feira que o imbróglio pelo título da Copa União de 1987 entre Flamengo e Sport teve um desfecho. Advogados dos dois clubes estiveram no Superior Tribunal de Justiça (STJ), em Brasília, mas a decisão foi adiada mais uma vez. Um novo julgamento deve acontecer apenas em fevereiro. A votação foi adiada após o primeiro voto favoráfel aos flamenguistas.

A ministra Nancy Andrighi, relatora do caso, votou preliminarmente para reconhecer inadequação da medida tomada pelo Sport e
extinção do processo. O julgamento foi suspenso por pedido de vista do ministro Sidnei Beneti. Ele e os outros três ministros ainda não se pronunciaram sobre o caso, que deve ser remarcado para fevereiro.

No início de 2011, a CBF reconheceu que houve dois campeonatos em 1987 e assim, dois campeões: Flamengo e Sport. Porém, a equipe pernambucana não concordou com a decisão e entrou com uma ação no Tribuna Regional Federal (PE) pedindo que a decisão da CBF fosse invalidada, o que aconteceu. Por sua vez, o Flamengo recorreu e o caso chegou ao STJ, em agosto.

Esta polêmica também tem o São Paulo como um dos envolvidos por conta da famosa Taça das Bolinhas, criada pela CBF para premiar o primeiro clube que vencesse o Campeonato Brasileiro três vezes consecutivas ou cinco vezes intercaladas.

O Flamengo alega que conquistou seu quinto título em 1992. Por sua vez, o São Paulo conquistou seu quinto título apenas no ano de 2007. Caso o STJ conclua que o Flamengo foi realmente um dos campeões da Copa União, validando a decisão inicial da CBF, a polêmica da Taça das Bolinhas terá finalmente um final e será entregue ao Rubro-Negro carioca. Caso contrário, a posse ficará com o Tricolor paulista.