icons.title signature.placeholder Rodrigo Vessoni e Felipe Bolguese
31/03/2014
21:34

Dirigentes e assessores em volta de uma mesa. Telefones a postos, monitoramento de redes sociais e troca de emails e informações com Portugal. De quebra, a pressão pela interferência de um concorrente, que voltou à negociação. Foi este o resumo desta segunda-feira no CT Joaquim Grava, com a busca pelo volante Elias, também pretendido pelo Flamengo, seu ex-clube.

A arrastada negociação com Sporting, ainda ganharia um ingrediente inesperado durante o dia. A janela de transferência internacional que os clubes pensavam que fecharia nesta segunda, às 23h59, na verdade, terminará nesta terça-feira, no mesmo horário.

O Corinthians, assim como o Rubro-Negro e outros clubes, se equivocou quanto ao exato momento do encerramento, com interpretação equivocada do texto no site da CBF. A imprensa, incluindo o LANCE!Net, também se equivocou e, durante boa parte da segunda-feira, tratou o dia como se fosse o último para a transferência de um jogador do exterior para o Brasil.

Foi diante de um cenário como este que a diretoria enviou a proposta de compra de Elias para ter seu primeiro reforço para o Campeonato Brasileiro. As negociações ficaram travadas devido à postura do Sporting, dono de 50% dos seus direitos econômicos – outra metade pertence ao agente Jorge Mendes.

Vale lembrar que a primeira proposta, de empréstimo, com valor fixado a ser pago no fim do período, não foi aceita. A outra de compra em definitivo, com o valor pedido pelo clube português, que é de 4 milhões de euros (quase R$ 13 milhões) pelos 50% dos direitos econômicos, será respondida nesta terça-feira, último dia da janela de transferência internacional.

Quanto a Elias, as informações que foram passadas pelo Corinthians foram a de que o jogador colaborou ao máximo durante o dia.